GP1

Mundo

Messi e seu pai são condenados a 21 meses por fraude fiscal

De acordo com o jornal espanhol "Periódico de Catalunya", o crime foi cometido entre 2007 e 2009.

A justiça espanhola condenou o jogador Messi, camisa 10 do time Barcelona, da Espanha e seu pai Jorge Horacio, a 21 meses de prisão por fraude em ajuste fiscal.

Imagem: Getty ImagesMessi e seu pai, Jorge Horacio(Imagem:Getty Images)Messi e seu pai, Jorge Horacio

De acordo com o jornal espanhol “Periódico de Catalunya”, o crime foi cometido entre 2007 e 2009, quando o atleta teria fraudado a fazenda em 4,1 milhões de euros através do uso de paraísos fiscais.

Ainda com a possibilidade de recurso, a sentença pode ser substituída por multa, já que nenhum dos condenados possui antecedentes criminais e a condenação é inferior a 10 anos. A família do jogador já havia depositado 5 milhões de euros para o pagamento dos impostos pendentes.

A agência AFP informa que a advocacia do Estado, que representa a Agência Tributária e insistiu na acusação depois da desistência da “Fiscalía”, havia pedido uma pena de 22 meses e 15 dias de prisão para Messi e seu pai. A multa total que deve ser paga será de 3.689.941,48 euros.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.