GP1

Mundo

Ditadura de Nicolás Maduro confisca sede de jornal na Venezuela

O confisco aconteceu após o jornal associar o líder chavista Diosdado Cabello ao narcotráfico.

A Justiça da Venezuela confiscou na última sexta-feira (14) o prédio do jornal El Nacional. O jornal é crítico da ditadura de Nicolás Maduro e teve sua sede confiscada como parte da execução da sentença por dano moral em favor do líder chavista Diosdado Cabello.

O Tribunal Supremo de Justiça ordenou em abril que o jornal pague US$ 13,4 milhões de indenização ao número 2 do chavismo por conta de uma reportagem que associa Cabello ao narcotráfico venezuelano.

Os policiais de Maduro adentraram o prédio do jornal e cumpriram a ordem judicial. Toda ação dos policiais foi gravada e divulgada no Twitter do jornalista Jorge Makriniotis. Para o jornalista, a decisão foi um “ataque à democracia”.

No vídeo Makriniotis diz que o jornal é alvo de “mais um processo injusto” e relembrou que o El Nacional não é mais publicado em papel. O periódico tem 78 anos de história no país e está ameaçado pela ditadura de Nicolás Maduro.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.