GP1

Mundo

Boris Johnson renuncia ao cargo de primeiro-ministro do Reino Unido

O premiê britânico renunciou ao cargo durante um discurso à Nação, na manhã desta quinta-feira (07).

Boris Johnson renunciou ao cargo de primeiro-ministro do Reino Unido durante pronunciamento oficial na manhã desta quinta-feira (07). Após a renúncia, Johnson afirmou que irá continuar no cargo até ocorrer uma nova votação dentro do partido para a cadeira ser ocupada por outro parlamentar. Estima-se que seja até o início de outubro deste ano.

“A razão de eu ter lutado tanto é porque eu senti que era meu dever. Estou imensamente orgulhoso de minhas conquistas”, declarou.

A renúncia acontece em meio a escândalos políticos que desestruturaram o governo de Boris Johnson, carregando consigo mais de 50 demissões, incluindo duas que ocorreram nesta quarta-feira (06), dos ministros das Finanças e da Saúde, ambos antigos apoiadores do Premiê britânico.

“Ao público, sei que muitos estarão aliviados. Estou triste por estar entregando o melhor emprego no mundo”, continuou o parlamentar.

Ocupando o cargo desde 2019, o primeiro-ministro britânico esteve envolvido em diversos assuntos polêmicos, como seu posicionamento com a saída do Reino Unido do Brexit, o enfrentamento da pandemia da Covid-19, em que inicialmente utilizava tom de desprezo, mas que logo após ser contaminado pelo vírus, teve seu discurso transformado e, como estopim para o sucateamento de sua imagem parlamentar, escândalos sexuais em espaços governamentais.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.