Fechar
GP1

Mundo

Argentina vai eleger um novo presidente neste domingo (19)

O liberal Javier Milei e o esquerdista Sergio Massa disputam a preferência do eleitorado no 2º turno.

Os eleitores da Argentinam retornam neste domingo (19) às urnas para eleger o novo presidente. Disputam o segundo turno, os candidatos Javier Milei e Sergio Massa.

O economista Milei, deputado de primeiro mandato, é o representante da direita na disputa. Ministro da Economia desde o ano passado, Massa é a voz do atual governo e, consequentemente, da esquerda peronista e kirchnerista.

Milei defende, entre outras medidas, a extinção do Banco Central da Argentina. Ele que é um crítico da esquerda e apresentando-se como um liberal, também propõe dolarizar a economia local. Durante a campanha, chegou a afirmar que deixará de manter relações comerciais com países como China e Brasil (exemplos de nações comandadas por esquerdistas). Recentemente, MIlei chamou o presidente Lula, de “corrupto”.

Massa é advogado e cumpre mandatos na política argentina desde 2007. Ele já foi prefeito de Tigre e deputado por dois mandatos, chegando a ser o presidente Câmara de 2019 ao início de agosto deste ano, quando foi nomeado ministro da Economia. Durante um ano, de junho de 2018 a junho de 2019, atuou como chefe de gabinete da então presidente Cristina Kirchner, que atualmente está na reta final de seu mandato como vice-presidente de Alberto Fernández.

Com 36,6% dos votos, Massa venceu o primeiro turno da eleição. Já Milei registrou 29,9% dos votos válidos ficando em segundo.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2023 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.