Miguel Alves - PI

Acusado de explodir BB de Miguel Alves mata morador ao tentar fugir da PM

O secretário de Segurança Pública do Estado, coronel Rubens Pereira, confirmou ao GP1, que o criminoso foi preso após uma fuga. Durante a perseguição, o bandido atropelou um ciclista em uma estrada.

Davi Fernandes
Teresina
Fábio Wellington
Teresina
- atualizado

Um morador que andava de bicicleta em uma estrada na zona rural de José de Freitas, morreu na tarde desta terça-feira (27) após ser atropelado por um dos acusados de explodir e roubar o Banco do Brasil de Miguel Alves. O criminoso estava tentando fugir da Polícia Militar em um veículo de modelo Sandero roubado. Durante a fuga, a dona do carro foi mantida refém pelo suspeito.

Em entrevista ao GP1, o secretário de Segurança Pública do Piauí, coronel Rubens Pereira, informou que o criminoso roubou um veículo na cidade de União e fez a motorista refém. Durante uma perseguição, o bandido atropelou um morador da localidade, que foi a óbito no local. A dona do carro foi liberada sem ferimentos graves.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Coronel Rubens PereiraCoronel Rubens Pereira

“O que sabemos até o momento é que um dos suspeitos roubou um carro e a motorista foi mantida como refém. Nesse momento, foi dado início a uma perseguição policial. O acusado atropelou e matou um morador em uma estrada na zona rural de José de Freitas. Ele foi alcançado pelos policiais e preso. A refém foi liberado sem ferimentos graves”, informou o coronel.

  • Foto: Reprodução/WhatsAppSuspeito de assalto ao BB é preso em Miguel AlvesSuspeito de assalto ao BB é preso em Miguel Alves

Um criminoso morto

Um dos suspeitos de roubar e explodir a agência do BB do município de Miguel Alves foi morto na quarta-feira (14) durante uma troca de tiros com policiais da Força Tarefa da Secretaria de Segurança Pública do Piauí (SSP-PI). Os assaltantes estão há 12 dias em fuga.

O secretário de Segurança Pública do Piauí, coronel Rubens Pereira, confirmou ao GP1, que o confronto ocorreu em uma região de mata entre as cidades de União e Miguel Alves. Durante a troca de tiros, um dos criminosos foi morto. Outros seis bandidos estão cercados pela polícia.

Entenda o caso

Criminosos fortemente armados explodiram, na madrugada de domingo, 4 de outubro, uma agência do Banco do Brasil na cidade de Miguel Alves. Durante a fuga, os bandidos trocaram tiros com a polícia e levaram cinco reféns que estavam nas proximidades da agência.

Segundo o sargento Adalberto, da Polícia Militar da cidade, a guarnição foi informada sobre a explosão por volta das 3h17 da madrugada.

“Nós estávamos de serviço quando ligaram e informaram que cerca de 10 bandidos armados tinham explodido o banco. Nós fomos ao local, eles dispararam contra nossa equipe e houve troca de tiros. O banco ficou totalmente destruído por causa da explosão e parece que ainda tem bomba que ainda não foi detonada dentro da agência”, contou o sargento ao GP1.

Durante a fuga, os bandidos trocaram tiros com a polícia e ainda levaram cinco pessoas de refém. O sargento explicou que eles foram liberados logo na saída da cidade e que dois carros, provavelmente utilizados na fuga, foram queimados.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Morador morre em confronto entre PM e assaltantes do BB de Miguel Alves

Secretário pede reforço aéreo ao CE e MA para prender ladrões de bancos

Bandidos explodem Banco do Brasil de Miguel Alves e levam reféns

Acusado de roubar BB de Miguel Alves morre em troca de tiros com a PM