União - PI

Morador morre em confronto entre PM e assaltantes do BB de Miguel Alves

A Secretaria de Segurança informou que os criminosos invadiram um povoado e tentaram fazer moradores de reféns. Com isso, foi iniciada uma troca de tiros entre policiais e bandidos.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

Um morador do Povoado Matões, ainda não identificado, morreu em União, por volta de 22h deste sábado (17), durante uma troca tiros entre a Polícia Militar e os suspeitos de roubar e explodir a agência do Banco do Brasil de Miguel Alves .

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Piauí (SSP-PI), os criminosos invadiram um povoado e tentaram fazer moradores reféns na localidade. Com isso, foi iniciada uma troca de tiros entre policiais e bandidos, nesse confronto, uma pessoa foi atingida e morreu.

Ainda conforme a Secretaria de Segurança, na última sexta-feira, 16 de outubro, um policial Batalhão de Rondas Ostensivas de Naturezas Especiais (BRONE) foi atingido também em trocas de tiros, mas passa bem.

O Secretário de Segurança Pública do Estado, coronel Rubens Pereira, e o Comandante Geral da PM, coronel Lindomar Castilho, se deslocaram até onde ocorreu o confronto para avaliar a situação.

Confira a nota da SSP-PI na íntegra

O Secretário de Segurança Pública , Cel Rubens Pereira e o Comandante Geral da PMPI, Cel Lindomar Castilho estão em deslocamento de Teresina para o local do confronto com os acusados de roubar a agência bancária de Miguel Alves, para avaliar a situação.

Ontem (17) por volta das 22hs houve mais um confronto após os criminosos invadirem um povoado na tentativa de fazer refém os moradores, durante um confronto uma pessoa morreu, ainda está sendo identificado. Na última sexta um policial da BRONE foi ferido, mas está bem.

Entenda o caso

Criminosos fortemente armados explodiram, na madrugada de domingo, 4 de outubro, uma agência do Banco do Brasil na cidade de Miguel Alves. Durante a fuga, os bandidos trocaram tiros com a polícia e levaram cinco reféns que estavam nas proximidades da agência.

Segundo o sargento Adalberto, da Polícia Militar da cidade, a guarnição foi informada sobre a explosão por volta das 3h17 da madrugada.

“Nós estávamos de serviço quando ligaram e informaram que cerca de 10 bandidos armados tinham explodido o banco. Nós fomos ao local, eles dispararam contra nossa equipe e houve troca de tiros. O banco ficou totalmente destruído por causa da explosão e parece que ainda tem bomba que ainda não foi detonada dentro da agência”, contou o sargento ao GP1.

Durante a fuga, os bandidos trocaram tiros com a polícia e ainda levaram cinco pessoas de refém. O sargento explicou que eles foram liberados logo na saída da cidade e que dois carros, provavelmente utilizados na fuga, foram queimados.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Bandidos explodem Banco do Brasil de Miguel Alves e levam reféns

Acusado de roubar BB de Miguel Alves morre em troca de tiros com a PM