Cabeceiras do Piauí - PI

Amigos e familiares lamentam morte do professor Edvaldo Lages

Edvaldo Lages morreu após chocar seu veículo modelo Ford Fiesta em uma Frontier na PI 113, entre as cidades de Cabeceiras do Piauí e Barras, região Norte do estado.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

Amigos lamentam morte do professor Edvaldo Lages

Muitos amigos e familiares estão usando as redes sociais para lamentar a morte trágica do professor de matemática Edvaldo Lages Sobrinho, de 40 anos, no sábado (13). Ele era bastante conhecido na cidade de Cabeceiras do Piauí e a sua morte gerou bastante comoção.

Edvaldo Lages morreu após chocar seu veículo modelo Ford Fiesta em uma Frontier na PI 113, entre as cidades de Cabeceiras do Piauí e Barras, região Norte do estado. Outras três pessoas sobreviveram com ferimentos leves.

Bastante querido, muitas pessoas estão prestando homenagens ao professor nas redes sociais. Uma aluna destacou o trabalho realizado por Edvaldo. “As aulas de matemática são geralmente conhecidas como chatas e cansativas, mas tivemos um professor que fez mudar esse conceito. Ele transformou aquela disciplina em algo mais leve e engraçado. Ele foi um dos que realmente fez a diferença. Ele foi um dos melhores professores que já tive. Ensinava com prazer, alegria e amor. Transformava aquelas aulas em diversão com suas brincadeiras”, disse uma aluna.

O ex-deputado estadual Antônio Félix destacou a atuação de Edvaldo como uma das lideranças políticas de Cabeceiras do Piauí. “Com grande tristeza, recebemos a notícia do falecimento precoce do amigo, líder político de Cabeceiras do Piauí e professor Edvaldo Lages. Nesse momento de profundo pesar, resta pedir a Deus que conforte os parentes e amigos, na certeza que ele está em um bom lugar. O meu abraço carinhoso a todos que tiveram a alegria de conviver com o Edvaldo”, afirmou o político.

Muitos amigos enaltecem o trabalho de Edvaldo como professor. “Ele usava todo conhecimento para seus alunos em as suas atividades. E o maior ponto forte era sua amizade, não só como professor, mas a segurança que nos passava como amigo, pra mim o senhor sempre foi e sempre será um grande mestre. Agradeço a Deus por estar onde estou, porque de todos os conhecimentos, boa parte ele me ensinou, aprendi muito com ele. Fará uma imensa falta, peço a Deus que ele esteja em um bom lugar”, lamentou uma jovem.

Mais conteúdo sobre: