Política

Avaliação positiva de Bolsonaro sobe de 29% para 40%, diz pesquisa Ibope

Segundo levantamento, a avaliação negativa do presidente caiu de 38% para 29% entre dezembro de 2019 e setembro deste ano.

Por  Estadão Conteúdo

Após cair ao longo do primeiro ano de governo, a popularidade do presidente Jair Bolsonaro disparou neste mês, na comparação com dezembro do ano passado. Pesquisa realizada pelo Ibope a pedido da Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostra que a fatia da população que considera o governo ótimo ou bom é de 40%, 11 pontos a mais do que em dezembro de 2019 (29%). O índice é o maior desde o início do mandato.

A avaliação negativa, ou seja, aqueles que classificam a administração federal como ruim ou péssima caiu de 38% para 29% em nove meses. Nesse período, o governo liberou um auxílio emergencial de R$ 600 para trabalhadores informais e desempregados.

O Ibope também perguntou aos entrevistados se aprovam ou desaprovam a maneira do presidente administrar o País. Nesse quesito, a aprovação pessoal de Bolsonaro subiu de 41% para 50%, voltando ao patamar observado em abril de 2019 (51%). Foram consultadas 2 mil pessoas em 127 municípios no período de 17 a 20 de setembro. A margem de erro é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos.

Em relação à primeira pesquisa do Ibope no governo Bolsonaro, em abril de 2019, a avaliação positiva do governo está maior. O presidente tinha 35% de ótimo e bom no início da administração e agora tem 40%. Entre os entrevistados, 29% considerando a gestão do chefe do Planalto como regular.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Bolsonaro sanciona projeto de lei que altera cobrança do ISS

Bolsonaro fará cirurgia para retirada de cálculo da bexiga

Bolsonaro diz que incêndios são usados em campanha contra o governo brasileiro

Mais conteúdo sobre: