Política

B. Sá manda recado e diz para Wellington Dias pensar no futuro

Apesar de ocupar um cargo no primeiro escalão do governo, o grupo político de B. Sá está irritado com o critério de indicação para as diretorias dos hospitais regionais do estado.

Andressa Martins
Teresina
- atualizado

O ex-deputado federal e atual coordenador do Fomento à Irrigação, B. Sá (Progressistas) mandou um recado ao governador Wellington Dias (PT). Apesar de ocupar um cargo no primeiro escalão do Governo, o grupo político de B. Sá está irritado com o critério de indicação para as diretorias dos hospitais regionais do estado.

Em entrevista na última quinta-feira (16) durante passagem na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), B. Sá preferiu não se comprometer em dizer que Wellington desprestigia seu grupo político em Oeiras, mas mandou um recado para o governador, que poderá sair candidato ao Senado em 2022.

  • Foto: Helio Alef/GP1B. SáB. Sá

“Não vou dizer que desprestigia. Se for uma medida geral a gente sente e naturalmente não gosta. Mas eu acho que o governador vai refletir que o nosso grupo político é um grupo que ficou com ele desde a primeira hora. Ele tem muitos dos seus aliados que tem uma certa diferença com a gente, mas isso aí ele tem que ser magnânimo, tem que ser grande, ele é governador pela quarta vez e ele tem também que pensar que há um futuro pela frente”, disparou.

Na última quinta-feira o filho do líder dos Bocas Pretas de Oeiras, o deputado estadual B. Sá Filho (Progressistas) disse que o critério de Wellington beneficia o deputado federal Assis Carvalho (PT). Na ocasião, B. Sá Filho disse que o grupo poderia indicar nomes técnicos, mas que está sendo prejudicado por não ter a “pele vermelha”. Assis, por sua vez, rebateu dizendo que o grupo político de B. Sá não votou em Wellington Dias.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

B. Sá Filho diz que critério usado por Wellington beneficia Assis

Assis diz que grupo de B. Sá Filho não votou em Wellington Dias