Altos - PI

Cadeia Pública de Altos não receberá mais presos, diz Sinpoljuspi

A decisão foi tomada depois de 50 detentos apresentaram problemas de infecção e um outro preso foi internado com suspeita de Covid-19.

Nathalia Carvalho
Teresina
- atualizado

A Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus), atendeu pedido do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi) para suspender o recebimento de novos presos na Cadeia Pública de Altos depois que 50 detentos apresentaram problemas de infecção e um outro detento foi internado com suspeita de Covid-19.

O detento que não teve identidade revelada está internado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), a informação foi confirmada ao GP1 pela própria advogada do rapaz, Lina Brandão. Os 50 detentos que apresentaram sintomas de infecção já realizaram exames e aguardam resultados.

Por meio de nota, o sindicato informou que está formalizando a decisão com a Secretaria de Justiça que inclui também a realização de exames preventivos nos policiais penais e maior fiscalização no fornecimento de água mineral que teria provocado infecção nos detentos.

Confira a nota da Sinpoljuspi

“Diante da situação preocupante na Cadeia Pública de Altos-PI, onde aproximadamente 50 detentos apresentaram problemas de saúde com suspeita de uma infecção, apesar das medidas já adotadas pela SEJUS/SESAPI, após visita no local na tarde desta sexta-feira (08/05/2020), quando Diretores do SINDICATO dialogaram com os Policias Penais que ali laboram para melhor compreender o contexto e busar soluções, considerando a gravidade da situação e que aquela Unidade Prisional já se encontra com cerca de 750 presos, o Presidente do SINPOLJUSPI, Kleiton Holanda, manteve contato com o Secretário da Justiça (Carlos Edilson) e como forma de melhor controle da situação sugeriu que fosse adotada como medida urgente a SUSPENSÃO IMEDIATA NO RECEBIMENTO DE NOVOS PRESOS, sendo a sugestão prontamente atendida pelo Secretário”.