Piauí

Comerciante que tentou matar ex-genro com cinco tiros no Piauí se apresenta à Polícia

Chico do Antônio Pedro se apresentou no último final de semana, acompanhado de um advogado.

JOSÉ SARAIVA DO GP1

O comerciante conhecido por Chico do Antônio Pedro que por volta das 19 horas do dia 10 deste mês, tentou matar com cinco tiros de revólver calibre 38, na localidade Cajueiro, Município de Bocaína-PI, o seu ex-genro identificado por Justino, se apresentou ao Capitão-PM Edvan Lopes Vieira, que está respondendo pela Delegacia de Polícia de Bocaína. Chico do Antônio Pedro se apresentou no último final de semana, acompanhado de um advogado. Ele foi interrogado pelo capitão Edvan, indiciado em inquérito por tentativa de homicídio e se encontra em liberdade. O capitão Edvan esteve em Teresina, na manhã desta segunda-feira (18) com a arma do crime, um revólver calibre 38 para ser periciada pelo Instituto de Criminalística do Piauí. O capitão Edvan disse que o comerciante efetuou cinco tiros contra seu ex-genro, tendo atingido dois projéteis na vítima, que foi submetida a uma cirurgia em um Hospital de Teresina-PI, onde ainda se encontra internada. O comerciante teria tentado matar Justino, em um bar próximo a sua residência. Conforme apurou o capitão Edvan Lopes tudo teria ocorrido porque Justino quando morava com a filha do acusado, identificada por Lucicleide, sempre a espancava e teria tentado matá-la asfixiada. O revólver que Chico do Antônio Pedro usou para atirar no ex-genro foi apreendido pelo soldado-PM Magenor, do destacamento de Bocaína. O capitão Edvan informou que agora vai só ouvir a vítima para concluir o inquérito e encaminhá-lo à Justiça.