Teresina - PI

Criança de 2 anos morre após ser baleada na cabeça no Torquato Neto

O Capitão Nepomuceno explicou que a criança estava na área externa da residência brincando, quando houve disparos entre desafetos e a garotinha acabou sendo atingida.

Germana Chaves
Teresina
Fábio Wellington
Teresina
- atualizado

Uma criança de apenas dois anos de idade, identificada como Maria Vitória dos Santos Barros, morreu após ser atingida com tiro na cabeça por volta das 20h dessa segunda-feira (21), na Vila Babilônia, região do Torquato Neto, zona sul de Teresina. De acordo com o oficial coordenador do policiamento da RONE, Capitão Nepomuceno, a viatura fazia rondas pelo local quando foi interceptada por um casal com a criança ferida.

Ele explicou que a menina estava na área externa da residência brincando, quando houve disparos entre desafetos e a garotinha acabou sendo atingida.

“Estávamos com a equipe em patrulhamento na região, quando um casal estava conduzindo a criança que tinha sido baleada. Eles pararam a nossa viatura, embarcamos a criança na viatura e a gente tentou chegar o mais rápido possível ao HUT. Chegando lá, a menina de dois anos, foi prontamente recebida por uma equipe grande de médicos, mas logo o neurologista apontou que ela estava em morte encefálica. Ela estava na área externa da casa brincando, quando houve disparos entre desafetos e infelizmente ela foi atingida”, detalhou o capitão.

  • Foto: DivulgaçãoCriança baleada na região do Torquato NetoMaria Vitória dos Santos Barros baleada na região do Torquato Neto

Capitão Nepomuceno informou ainda que o homem que pilotava a moto e que tentava socorrer a vítima, já tem uma extensa ficha criminal. Ele também foi baleado na perna.

“O adulto que estava pilotando a moto e que tentava prestar socorro a criança, é uma pessoa com a ficha criminal extensa. Ele estava baleado na perna e foi para o HUT. Nossa equipe está em campo [para localizar os culpados]. A delegacia de Homicídios também foi acionada para colher as informações. A narrativa dele para a nossa equipe é que ele estava perto do local e que a criança foi atingida. Que se desesperou para a ajudar a criança”, finalizou o capitão Nepomuceno.

Mais conteúdo sobre: