Teresina - PI

Eletricista mantinha 'laboratório' para furto de energia, diz Greco

Os investigadores conseguiram chegar até o suspeito que era apontado como o responsável por fraudar os medidores. Os serviços variavam em torno de R$ 3 mil a R$ 7 mil.

Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

O delegado Laércio Evangelista, do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO), afirmou ao GP1 que o eletricista identificado como James Kardec Ferreira da Costa e Silva mantinha em sua residência um laboratório para realizar furto de energia. Ele acabou sendo preso na manhã desta terça-feira (28), na Vila Irmã Dulce, zona sul de Teresina.

De acordo com o delegado, a partir de prisões que pessoas que eram flagradas com medidores fraudados em residências e empresas espalhadas em diversas cidades do Piauí, os investigadores conseguiram chegar até o suspeito que era apontado como o responsável por fraudar os medidores. Os serviços variavam em torno de R$ 3 mil a R$ 7 mil.

  • Foto: Divulgação/GRECOMaterial encontrado pelo GRECOMaterial encontrado pelo GRECO

“O James é um antigo conhecido da polícia e da Eletrobras. É um eletricista que chegava nas empresas oferecendo seus serviços para fraudar os medidores. Ele já atuou em várias cidades do Norte e do Sul do estado e hoje, com base nas investigações foi solicitado o mandado de prisão e dado cumprimento”, ressaltou.

  • Foto: Hélio Alef/GP1Delegado Laércio EvangelistaDelegado Laércio Evangelista

O delegado contou que ao adentrar no imóvel de James Kardec os policiais se depararam com um ‘laboratório de fraudar medidores’. “No momento da prisão ele estava com vários medidores, ele possui um laboratório de fraudar medidores dentro da casa dele. Algumas das pessoas que o contratavam já foram presas em flagrante e no relato delas, relataram que contrataram o serviço do James e assim nós chegamos a ele”, pontuou.

Ainda segundo o delegado Laércio Evangelista, James Kardec Ferreira da Costa e Silva agia com um ex-funcionário da Eletrobras, que não foi localizado. James foi preso em face do mandado de prisão preventiva e deve responder ainda por furto de água e receptação de medidores da Equatorial Piauí.

NOTÍCIA RELACIONADA

Eletricista é preso pelo Greco acusado de furto de energia

Mais conteúdo sobre: