Brasil

‘Escândalos falsos não vão interferir na missão’, avisa Sérgio Moro

Ministro da Justiça e Segurança Pública volta a reagir no Twitter ao vazamento de mensagens atribuídas a ele com o coordenador da força-tarefa da Lava Jato, procurador Deltan Dallagnol.

Por  Estadão Conteúdo

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, afirmou, nesta quarta-feira, 12, que ‘escândalos falsos não vão interferir na missão’ de reduzir a criminalidade no País. “Precisamos trabalhar para a redução ser permanente e constante.”

Por meio de suas redes sociais, Moro voltou a reagir ao vazamento de mensagens atribuídas a ele com o coordenador da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol. Os textos foram divulgados pelo site The Intercept, em reportagens sobre suposta orientação do ex-juiz da Operação e os procuradores do Paraná.

  • Foto: Dida Sampaio/Estadão ConteúdoMinistro Sérgio MoroMinistro Sérgio Moro

Ao comentar a redução da violência, Moro afirmou: “mesmo com a redução, os números ainda são altos, precisamos trabalhar muito mais”.

Ajudaria a aprofundar a queda a aprovação do projetoanticrime, mas respeitamos a prioridade da NovaPrevidência; hackers de juízes, procuradores, jornalistas e talvez de parlamentares, bem como suas linhas auxiliares ou escândalos falsos não vão interferir na missão”, afirma.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Comissão da Câmara aprova convite para Moro prestar esclarecimento

Corregedor arquiva representação contra ministro Sérgio Moro

Deputados do PSL articulam CPI da violação do sigilo de Moro e procuradores

Mais conteúdo sobre: