Teresina - PI

Estudantes ocupam reitoria da Universidade Estadual do Piauí

A estudante de Psicologia e colaboradora do DCE da Uespi, Débora de Oliveira, informou ao GP1, que o motivo da ocupação foi a negativa do reitor da instituição, Nouga Cardoso, em receber os alunos.

Débora Dayllin
Teresina
- atualizado

Após manifestação no campus Pirajá na manhã desta quinta-feira (21), alunos ocuparam a reitoria da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), localizada no Palácio Pirajá, zona norte de Teresina.

A estudante de Psicologia e colaboradora do DCE da Uespi, Débora de Oliveira, informou ao GP1, que o motivo da ocupação foi a negativa do reitor da instituição, Nouga Cardoso, em receber os alunos e professores.

  • Foto: Divulgação/AscomAlunos na reitoria da UESPIAlunos na reitoria da UESPI

“Nós não fomos atendidos pelo reitor, e fizemos várias solicitações para conversar com o governo do Estado e não obtivemos resposta. Nós fizemos um ato hoje pela manhã, o reitor estava aqui e simplesmente saiu”, informou.

Ainda segundo a estudante, os alunos ficarão no local até serem atendidos. “Nós estamos conversando com as comissões estudantis, e pretendemos ficar até sermos atendidos”, disse Débora.

  • Foto: Divulgação/AscomAlunos pretendem ficar ate serem atendidos pelo reitorAlunos pretendem ficar ate serem atendidos pelo reitor

Os alunos reivindicam autonomia financeira, assistência e permanência estudantil e contratação de professores. Já os professores querem o cumprimento dos Planos de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), que implica em uma implantação imediata de progressões, promoções e mudanças de regime de trabalho.

Outro lado

O GP1 não conseguiu contato com o reitor Nouga Cardoso.