Nossa Senhora dos Remédios - PI

Ex-prefeito Ronaldo Lages é preso após causar tumulto em festa

Ronaldo lages foi condenado pela Justiça por ter matado culposamente no trânsito a biomédica Joysa Ribeiro Barros e lesionado Francisco Richard de Moura Morais, no dia 25 de maio de 2013.

Nayrana Meireles
Teresina
- atualizado

O ex-prefeito do município de Nossa Senhora dos Remédios e policial civil, Ronaldo Lages, foi preso na madrugada deste sábado (16), após efetuar disparos de arma de fogo durante a festa de emancipação do município.

De acordo com informações do capitão Ângelo, da Polícia Militar, a confusão aconteceu por volta das 3h da madrugada. “Ele estava na praça principal da cidade, durante as comemorações de emancipação do município, quando começou a atirar. Pelo menos três disparos foram ouvidos”, disse.

  • Foto: Facebook/Ronaldo Cesar Lages Castelo BrancoRonaldo Cesar Lages Castelo BrancoRonaldo Cesar Lages Castelo Branco

Segundo o delegado Leonardo Alexandre, da Delegacia de Esperantina, Ronaldo Lages possuía sinais de embriaguez. “Ao fazerem a abordagem, os militares constataram que ele estava com sinais de que havia ingerido bebida alcoólica. A arma que ele estava, uma .40, era de posse da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Piauí, por isso ele deve responder por uso indevido de arma de fogo”, afirmou.

Ronaldo Lages foi detido, conduzido para a delegacia de Porto e depois encaminhado para a delegacia de Esperantina. Ele pagou finança e vai responder o processo em liberdade.

Condenações

O ex-prefeito Ronaldo Lages foi condenado pela Justiça por ter matado culposamente no trânsito a biomédica Joysa Ribeiro Barros e lesionado Francisco Richard de Moura Morais, no dia 25 de maio de 2013.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, Ronaldo Lages conduzia a caminhoneta VW/Amarok pela Rua Angélica, no sentido sul-norte, em excesso de velocidade, quando desrespeitou a placa de sinalização de parada obrigatória e colidiu com o automóvel GM/Agile dirigido pelo namorado de Joysa, Francisco Richard de Moura Morais. Em decorrência das lesões a biomédica veio a óbito e Richard foi lesionado. Ronaldo Lages evadiu-se do local sem prestar socorro às vítimas.