Brasil

Filho de Flordelis diz que deputada pode estar envolvida na morte do marido

O jovem contou à polícia que Flordelis e as irmãs colocavam remédio na comida do pai, Anderson do Carmo.

Nayrana Meireles
Teresina
- atualizado

Um dos filhos da deputada federal Flordelis (PSD) disse em depoimento à Polícia Civil nesta quinta-feira (20), que a mãe e as três irmãs são suspeitas de envolvimento no assassinato do pai, o pastor Anderson Carmo, que foi morto a tiros na garagem da própria residência no último domingo (16).

De acordo com o jovem que não teve a identidade revelada pela polícia, uma das suspeitas chegou a oferecer R$ 10 mil a Lucas dos Santos, um dos filhos de Flordelis, para matar o pastor. Ainda segundo o depoimento, Lucas não estava na casa no momento em que aconteceu o crime, mas teria comprado a arma utilizada no assassinato.

  • Foto: DivulgaçãoFlordelis e Pastor AndersonFlordelis e Pastor Anderson

O rapaz relatou que não escutou nenhum barulho ou confusão após a morte do pai. Ele disse que viu o irmão Flávio, que confessou ter dado seis tiros no pai, ao lado do corpo cheio de sangue, pegando uma mochila de couro e o celular de Anderson. Depois ele entregou o celular para Flordelis.

Segundo informações do G1, a mochila e os celulares de Flordelis, do pastor Anderson e de Flávio não foram encontrados.

O filho disse ainda no depoimento que a deputada Flordelis teria afirmado que "a hora do pai estava chegando". De acordo com ele, o comportamento dos parentes no velório foi um "teatro".

A Justiça do Rio de Janeiro aceitou nesta quinta-feira (20), pedido da Polícia Civil e determinou prisão temporária de Lucas e Flávio.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Filho da deputada Flordelis admite ter assassinado o pai

Polícia pede quebra de sigilo telefônico de filhos de Flordelis

Marido da deputada federal Flordelis é morto a tiros no Rio de Janeiro

Mais conteúdo sobre: