Teresina - PI

Firmino Filho anuncia reabertura do comércio para o dia 27 de julho

Será autorizada a reabertura do comércio atacadista e varejista de móveis, eletrodomésticos e eletroeletrônicos.

Andressa Martins
Teresina
Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

O prefeito Firmino Filho (PSDB) anunciou nesta terça-feira (14) que no próximo dia 27 de julho vai autorizar a reabertura do comércio atacadista e varejista de móveis, eletrodomésticos e eletroeletrônicos. A informação foi dada durante entrevista à TV Clube.

Conforme informou o prefeito, o comércio vai retornar com 50% de sua capacidade total, funcionando apenas quatro dias por semana. Como já informado anteriormente, Firmino decretou lockdown durante todos os fins de semana do mês de julho na capital.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Prefeito Firmino FilhoPrefeito Firmino Filho

O prefeito vai permitir a reabertura do comércio de bens não duráveis, como roupas e sapatos, no início de agosto. Os shoppings estão inseridos nesta fase do cronograma de retorno das atividades.

“No dia 27 de julho, teremos o comércio atacadista e varejista de bens duráveis, eletrodomésticos, televisão, e no final da segunda etapa já no mês de agosto, o comércio varejista de bens não duráveis, que incluiria comércio de shoppings centers”, afirmou o prefeito.

No entanto, Firmino reforçou que a programação somente será mantida se os dados da covid-19 continuarem decrescendo. "Importante dizer, até para garantir a população, o compromisso que temos com a vida, quer dizer, que tudo isso é o nosso planejamento agora ele só será executado se nós tivermos segurança no que tiver acontecendo, até agora podemos dizer que os dados dessa doença em Teresina, nas últimas duas semanas, estão decrescentes", explicou.

Diminuição das internações

O prefeito Firmino Filho (PSDB) anunciou nas redes sociais a queda no número de internações decorrentes do novo coronavírus (covid-19) nesta semana em Teresina. Esta é a segunda semana consecutiva com queda de internações.

“Os hospitais da cidade começaram a sentir o efeito do isolamento mais restritivo. Há duas semanas estamos registrando uma queda no número de internações por síndromes respiratórias agudas graves, que são causadas por diversos agentes, especialmente pelo novo coronavírus. Além de nos animar, precisamos continuar trabalhando para que esse quadro se consolide nas próximas semanas. Com o esforço de todos, tudo indica que Teresina ganhará o melhor presente de aniversário. Continuamos na luta”, escreveu o gestor.