Teresina - PI

Firmino Filho busca auxílio para famílias atingidas por chuvas

No dia 9 de abril o prefeito Firmino Filho decretou estado de calamidade pública, devido às enxurradas e cheias dos rios Poti e Parnaíba, que atingiram áreas de Teresina.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, viaja para Brasília nesta quarta-feira (17), onde vai se reunir com representantes da Secretaria Nacional de Defesa Civil. O objetivo da viagem é buscar auxílio para a ajuda emergencial às famílias atingidas pelas chuvas na Capital.

No dia 4 de abril o gestor municipal assinou o documento que decretou estado de emergência em Teresina por conta das intensas chuvas. O decreto tinha como objetivo maior agilidade burocrática em relação as ações que as Sdus e Defesa Civil.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Firmino FilhoFirmino Filho

Tragédia do Parque Rodoviário

Por volta de 20h30 do dia 4 de abril de 2019, uma lagoa transbordou e um bueiro se rompeu arrastando várias casas no Parque Rodoviário, na zona sul de Teresina.

O Corpo de Bombeiros de Teresina confirmou as mortes de duas pessoas, sendo uma criança identificada como Flávio Josiel Alves da Silva, 3 anos, e uma idosa identificada como Graça Bacelar, 71 anos.

Morte no Rio Poti

Além das mortes no Parque Rodoviário, um pescador, identificado como José Bernardino de Oliveira, 70 anos, foi encontrado morto no início da manhã de 8 de abril no Rio Poti. Ele desapareceu na manhã deste domingo, 7 de abril, próximo ao cruzamento da Avenida Raul Lopes com a Avenida dos Ipês, zona leste de Teresina. Ele ficou desaparecido por mais de 24 horas.

Estado de calamidade pública

O prefeito Firmino Filho decretou estado de calamidade pública no dia 9 de abril, devido às enxurradas e cheias dos rios Poti e Parnaíba, que atingiram áreas de Teresina. A medida do prefeito altera o decreto do dia 4 de abril, quando foi declarado estado de emergência.

O novo decreto leva em consideração os danos humanos e materiais, além dos prejuízos econômicos e sociais em diversas áreas urbanas do município decorrentes das chuvas intensas e das cheias dos rios.

O decreto também considera o trabalho realizado pela Prefeitura de Teresina junto às famílias desabrigadas e alojadas provisoriamente em “Residências Solidárias”, dentro do Programa Cidade Solidária.

Mais de 500 famílias atingidas

O número de famílias atingidas pelas chuvas em Teresina chegou a um total de 560. Algumas famílias são incluídas no programa Cidade Solidária para receber o aluguel solidário por parte do município.

O programa atende famílias em situações emergenciais de desabrigamentos, em consequência das chuvas, infortúnios, incêndios, alagamento, transbordamento de rios ou lagoas ou ainda, situações de vulnerabilidades temporárias. O trabalho é executado pela Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), das Superintendências de Desenvolvimento Urbano (SDU's) e Superintendência de Desenvolvimento Rural (SDR).

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Firmino Filho decreta estado de calamidade pública em Teresina

Corpo de Bombeiros retifica número de mortos no Parque Rodoviário

Corpo de pescador é encontrado após 24h desaparecido no Rio Poti