Teresina - PI

Firmino Filho vai recorrer da decisão que autorizou abertura de supermercados

“Por isso, apesar de ainda não termos sido notificados, adianto que vamos recorrer da decisão judicial que autorizou o funcionamento dos supermercados neste sábado (27)", disse o prefeito.

Germana Chaves
Teresina
- atualizado

O prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB) usou as redes sociais para informar que vai recorrer da decisão da Justiça que permitiu supermercados funcionarem normalmente neste sábado (27). A decisão judicial contraria o decreto municipal que determinou o fechamento dos estabelecimentos, neste final de semana.

De acordo com Firmino, os supermercados não podem reclamar de prejuízos financeiros nessa pandemia de covid-19, uma vez que, por ser considerado um setor que presta serviços essenciais, está autorizado a funcionar sem maiores restrições desde o avanço da doença.

“Por isso, apesar de ainda não termos sido notificados, adianto que vamos recorrer da decisão judicial que autorizou o funcionamento dos supermercados neste sábado (27). Se tem uma atividade econômica que não pode reclamar de grandes perdas financeiras durante essa crise é a do comércio varejista de alimentação. No caso, os supermercados”, afirmou o prefeito.

Firmino Filho disse ainda que essa posição dos supermercados acaba prejudicando a estratégia adotada para a retomada gradual das atividades econômicas prevista para iniciar dia 06 de julho. A maioria das atividades está suspensa desde março devido ao avanço da covid-19.

“A insistência das grandes redes de supermercados por continuar com suas atividades normalmente diante da maior crise da história da cidade é uma demonstração clara de falta de solidariedade com a população de Teresina”, criticou Firmino.

“Posicionamento que prejudica a nossa estratégia de reabertura da economia, indo inclusive de encontro do que pensam os comerciários. Eles também entendem que sem um isolamento social mais rígido agora, não podemos garantir o avanço planejado no próximo dia 6 de julho”, disse o prefeito.

O prefeito de Teresina voltou a chamar atenção para o nível de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e disse que neste sábado 85% estão ocupados com pacientes infectados com o novo coronavírus.

“Hoje a cidade amanheceu com 85% dos seus leitos de UTI ocupados. Colocar o ganho financeiro acima da saúde de clientes e colaboradores nesse momento é um desrespeito à vida dos teresinenses e à luta dos profissionais de saúde que estão no limite de suas forças”, lamentou ele.

“Ontem eu ouvi de uma pessoa que ‘numa guerra não se contam os mortos’. Pois disse e reafirmo. Em Teresina, nenhuma vida vai virar número”, finalizou o prefeito.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Wellington Dias anuncia abertura gradual do comércio a partir de 6 de julho

Wellington Dias decreta lockdown parcial de sexta a domingo

Firmino diverge de Wellington Dias e manda fechar supermercados no sábado