Campo Maior - PI

Garota foi morta em Campo Maior após roubar carteira, diz polícia

A Polícia Civil identificou o autor do crime por meio de câmeras de segurança.

Cinara Taumaturgo
Teresina
- atualizado

A Polícia Civil de Campo Maior revelou nessa segunda-feira (01) que conseguiu identificar o suspeito de matar a adolescente Sabrina da Silva Sousa, de 17 anos. A menina foi espancada e estrangulada após ter roubado uma carteira no dia 17 de março.

O GP1 conversou com o delegado Bayker Martins, da Polícia Civil de Campo Maior, que relatou que o acusado foi identificado após a polícia ter acesso a câmeras de segurança de uma residência. As imagens mostram o acusado arrastando a vítima. No entanto, a filmagem não pode ser divulgada para não atrapalhar o andamento da investigação.

“Ela era uma mocinha de 17 anos que tinha problema com uso de drogas. Já tinha sido internada várias vezes em Teresina. Infelizmente ela vivia nas ruas se prostituindo e usando drogas. Acabou que ela teve contato com esse rapaz e carregou uma carteira dele que continha dinheiro. Já temos prova suficiente da autoria, da dinâmica e da suspeita que ela foi agredida para devolver essa carteira, mas as investigações prosseguem”, afirmou.

O autor do crime ainda se encontra foragido, no entanto o delegado ressaltou que a investigação está bem avançada. “É uma quebra-cabeça que a gente está montando. Nós estamos fazendo de tudo para resolver em um breve espaço de tempo”, declarou.

Lembre o caso

Uma adolescente de 17 anos, identificada como Sabrina da Silva Santos, foi encontrada morta ao lado de uma igreja no bairro São João no dia 18 de março. A menor é natural de Parnaíba e estava em Campo Maior a pouco tempo. A mesma apresentava fraturas na cervical e crânio.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Adolescente morre após casa desabar durante forte chuva em Cocal

Garota é encontrada morta ao lado de igreja em Campo Maior

Mais conteúdo sobre: