São Paulo - SP

Geraldo Alckmin é alvo de ação por suposta pedalada fiscal

Em nota, a assessoria de imprensa de Geraldo Alckmin afirmou que “prestará todos os esclarecimentos necessários”.

Nayrana Meireles
Teresina
- atualizado

O ex-governador de São Paulo e pré-candidato à Presidência da República Geraldo Alckmin (PSDB), é alvo de uma ação civil pública em que é acusado de autorizar negociações de dívidas tributárias que teriam causado prejuízo ao estado. José Serra também é réu no mesmo processo.

A ação foi movida pelo Sindicado dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo (Sinafresp) e o Sindicado dos Procuradores do Estado, das Autarquias, das Fundações e das Universidades Públicas de São Paulo (Sindiproesp). O processo corre na 14ª Vara de Fazenda Pública.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Geraldo AlckminGeraldo Alckmin

Segundo a denúncia, em troca da autorização das negociações de dívidas tributárias, Alckmin recebia antecipadamente dinheiro de endividados com os cofres públicos, que seria pago ao longo de vários anos.

Em nota, a assessoria de imprensa de Geraldo Alckmin afirmou que “prestará todos os esclarecimentos necessários” e acrescentou que “não se trata de uma ação criminal, mas de uma ação de natureza civil movida por dois sindicatos. Todos os atos preparatórios dessa política pública foram baseados em consultas formais à Procuradoria Geral do Estado que, diferentemente dos autores da ação, não responde por categorias, sindicatos ou interesses particulares, mas pelos interesses da Fazenda Pública do Estado”.

MAIS NA WEB