Teresina - PI

Governo Bolsonaro aprova R$ 200 milhões para Educação de Teresina

O projeto conta com a construção de oito novas escolas de tempo integral, que passará a ter 24 unidades de ensino nessa modalidade.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

Um orçamento de US$ 50 milhões (cinquenta milhões de dólares), que equivale aproximadamente a R$ 200 milhões (duzentos milhões de reais), foi aprovado nesta terça-feira (17) pelo Ministério da Economia, chefiado pelo ministro Paulo Guedes, para financiar a construção e reformas de escolas integrais em Teresina. A aprovação ocorreu durante reunião realizada na Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex).

O investimento total vai ser de US$ 62,5 milhões, sendo US$ 50 milhões financiados pelo Novo Banco do Desenvolvimento (NBD), que é o banco dos países integrantes do grupo BRICS, e US$ 12 milhões de contrapartida da Prefeitura de Teresina.

Segundo a prefeitura, o projeto conta com a construção de oito novas escolas de tempo integral, que passará a ter 24 unidades de ensino nessa modalidade. Com carga horária ampliada e novas disciplinas, essas unidades vão contar com a evolução no desempenho dos alunos, oferecendo um currículo integrado, com disciplinas comuns, além de atividades de música, teatro, esporte e várias outras possibilidades de aprendizado.

Estas escolas vão receber alunos de outras unidades já existentes, que vão passar por reformas e transformadas em creches para educação infantil.

O projeto também prevê a urbanização da comunidade onde estas escolas estão inseridas, com intervenções no tráfego, como faixas de pedestres elevadas e ciclofaixas, além de outros aspectos urbanísticos, como a arborização. O objetivo é aumentar a segurança e facilitar a integração entre a escola e a comunidade em que está inserida.

Antes do contrato ser assinado e o recurso liberado, será necessária a aprovação do Senado Federal.