Corrente - PI

Juíza manda soltar acusado de matar ex-mulher a tiros em Corrente

A decisão da juíza substituta Viviane Kaliny, da Vara Única da Comarca de Corrente, foi dada no dia 16 de dezembro.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

A juíza de direito substituta, Viviane Kaliny Lopes de Souza, da Vara Única da Comarca de Corrente, revogou a prisão preventiva de Vianez Pereira Lustosa, acusado de assassinar sua ex-mulher, Misequia Silva de Carvalho, 27 anos, com dois disparos de arma de fogo no dia 24 de dezembro de 2017. A decisão foi dada no último dia 16 de dezembro.

Nos autos, a magistrada destacou que a prisão preventiva do suspeito foi decretada com o objetivo de garantir a ordem pública e destacou que Vianez já está preso desde o dia 26 de dezembro de 2017, não havendo necessidade de estar mais na cadeia.

  • Foto: Divulgação/PMAcusado de cometer o feminicídioAcusado de cometer o feminicídio

“Ocorre que o réu já está preso preventivamente desde 26.12.2017, não havendo necessidade de sua segregação para se garantir a ordem pública local, já que decorridos quase dois anos da data do crime. O juiz poderá revogar a prisão preventiva se, no correr no processo, verificar a falta de motivo para que subsista, bem como de novo decretá-la, se sobrevieram razões que a justifiquem”, destacou.

Relembre o caso

Uma mulher identificada como Misequia Silva de Carvalho, de 27 anos, foi morta com dois disparos de arma de fogo efetuados pelo ex-marido identificado como Vianez Pereira Lustosa, de 37 anos. O feminicídio aconteceu em uma festa de Natal, no dia 24 de dezembro de 2017, ocorrida no bairro Vermelhão, localizado no município de Corrente.

O major Hortêncio, da Polícia Militar da cidade de Corrente, explicou na época que o crime foi motivado porque o acusado sentiu ciúmes da companheira. “O acusado viu a esposa dançando com outra pessoa nesta festa em que eles estavam e efetuou dois disparos contra ela, em que a atingiu nas costas. A vítima foi socorrida por populares que também acionaram a PM”, afirmou.

Apesar de ter sido socorrida, a vítima veio a óbito. “Vianez foi capturado pela Polícia Militar próximo a um motel e autuado em flagrante. A vítima foi encaminhada para o hospital, mas veio a óbito”, disse o major.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Justiça nega liberdade a acusado de assassinar ex-esposa em Corrente

Homem mata companheira a tiros por ciúmes em Corrente