Teresina - PI

Liana Chaib toma posse como nova presidente do TRT do Piauí

A solenidade foi realizada no auditório da instituição, localizado na Avenida João XXIII, bairro dos Noivos, na zona leste de Teresina.

Wanessa Gommes
Teresina
Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

Posse da nova diretoria do TRT do Piauí

Aconteceu, na noite desta sexta-feira (30), a posse da nova presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 22ª Região, desembargadora Liana Chaib, e dos novos dirigentes. A solenidade foi realizada no auditório da instituição, localizado na Avenida João XXIII, bairro dos Noivos, na zona leste de Teresina.

O evento contou com a participação do presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro João Batista Pereira, e a vice-governadora, Margarete Coelho, os deputados Luciano Nunes, Themístocles Filho e Iracema Portella.

Assumindo a presidência do TRT-PI pela segunda vez, Liana Chaib disse que este será um mandato diferente: “São novos tempos, são novos desafios, novos ideais. Eu costumo dizer que toda gestão tem que ser equilibrada, é preciso que a gente mantenha a união entre nossos pares, é preciso que nós tenhamos consciência de que a Justiça do Trabalho faz o seu papel, que é fazer com que as pessoas resgatem a dignidade perdida, então, é isso que eu pretendo fazer, que é o que toda população espera da justiça, uma justiça célere, uma justiça que dá realmente a cada um aquilo que necessita”, declarou.

A desembargadora disse ainda que muita coisa mudou desde quando assumiu o órgão em 2004: “Muita coisa mudou, primeiro que naquela época a gente não tinha os conselhos, hoje nós temos o Conselho Nacional de Justiça, o Conselho Superior da Justiça do Trabalho, são novas metas a cumprir, é uma justiça informatizada, a nossa Justiça do Trabalho, hoje, não tem papel, as pessoas passaram a ter uma conscientização maior dos seus direitos, então, eu digo que nunca é a mesma coisa”, reiterou.

Em relação ao fato de muitas pessoas dizerem que a Justiça do Trabalho está desacreditada, Chaib afirmou: “Eu acho que existe um desmantelamento da Justiça do Trabalho, mas eu costumo dizer que nós devemos responder a isso com trabalho, com resultados”.

O ex-presidente, Giorgi Alan, fez um balanço de seu mandato: “A gestão foi profícua, tudo que nós planejamos realizamos, exceto aquilo que o empenho e a nossa vontade não foram suficientes [de realizar], de qualquer forma é um colegiado, mas os resultados são todos positivos, não vislumbro nenhum aspecto negativo na gestão”.

O ministro João Batista disse acreditar que a gestão da nova presidente será de muito sucesso: “A gestão da desembargadora Liana já é uma previsivibilidade de muito sucesso, é a segunda vez que preside o tribunal, é uma magistrada de primeira ordem, e tem muita experiência, conhece como ninguém a 22ª região, é muito operosa, inteligente, de modo que a minha expectativa, como presidente do TST e do Conselho Superior, é a melhor possível. Sei que ela fará uma gestão muito boa como fez a primeira”, enfatizou.

Margarete Coelho elogiou a nova presidente do TRT-PI: “A desembargador Liana Chaib é uma grande jurista, uma grande piauiense e nos orgulha muito, a todas nós, mulheres, que estamos na área acadêmica, trabalhando na área jurídica, porque ela sempre foi muito estudiosa, uma pesquisadora de renome, uma grande autora e uma grande magistrada também, tenho certeza que o tribunal continuará em boas mãos e que sempre estará prestando só os melhores serviços à sociedade”.

O desembargador Wellington Jim Boavista assumiu como vice-presidente e corregedor no lugar do desembargador Arnaldo Boson Paes.