Mundo

Líder da Coreia do Norte diz ter botão nuclear na sua mesa

Mesmo sofrendo sanções da ONU e diversos países, a Coreia do Norte irá manter seu programa nuclear.

- atualizado

Em mensagem de Ano Novo, o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, afirmou nessa segunda-feira (1), em discurso transmitido em programa de televisão, que fez novas ameaças sobre a possibilidade de uma guerra nuclear. Ele destacou que possui um “botão nuclear” que está sempre em sua mesa e que o país desenvolveu a capacidade de atacar todo o continente norte-americano, informou O Globo.

"Todo os Estados Unidos estão dentro do alcance de nossas armas nucleares, e um botão nuclear está sempre na minha mesa. Esta é a realidade, não uma ameaça", disse Kim durante o discurso.

  • Foto: ABC NewsKim Jong-UnKim Jong-Un

Mesmo sofrendo sanções da ONU e diversos países, a Coreia do Norte irá manter seu programa nuclear. O jornal "The Washington Post" já chegou afirmar que especialistas de inteligência dos Estados Unidos acreditam que a Coreia do Norte conseguiu miniaturizar o suficiente uma bomba nuclear para colocá-la em um de seus mísseis intercontinentais. Até o momento, o país tem feito vários testes com dispositivos atômicos e lançou com sucesso mísseis balísticos intercontinentais, capazes de alcançarem os Estados Unidos.

"Este ano, devemos nos concentrar na produção em massa de ogivas nucleares e mísseis balísticos para implantação operacional", disse Kim, que destacou que "essas armas serão usadas somente se nossa segurança estiver ameaçada".

O líder ainda revelou que está pensando em enviar uma delegação aos Jogos de Olimpíadas de Inverno em Pyeongchang, Coréia do Sul, em fevereiro. "A participação da Coreia do Norte nos Jogos de Inverno será uma boa oportunidade para mostrar a unidade das pessoas e desejamos que os Jogos sejam um sucesso. Funcionários das duas Coreias podem se encontrar com urgência para discutir a possibilidade", disse Kim.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB