Política

Limma diz que B. Sá Filho ainda não comunicou sobre 'independência'

“Ele ainda não comunicou oficialmente ao governo, eu li pela imprensa, eu acho que é apenas uma tensão em relação à disputa, às definições de cargos locais", disse o deputado Limma.

Wanessa Gommes
Teresina
Germana Chaves
Teresina
- atualizado

O líder do Governo na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), deputado Francisco Limma (PT), falou nesta quarta-feira (17), sobre a decisão do deputado B. Sá Filho (Progressistas) de se tornar independente na assembleia como foi divulgado na imprensa após insatisfação por conta de cargos.

O progressista afirmou que os cargos no interior que foram oferecidos estavam aquém da expressão política do grupo da família B. Sá, que preferiu ficar de fora da indicação dos cargos.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Francisco LimmaFrancisco Limma

Limma disse que o comunicado ainda não foi feito de forma oficial. “Ele ainda não comunicou oficialmente ao governo, eu li pela imprensa, eu acho que é apenas uma tensão em relação à disputa, às definições de cargos locais, tem poucos municípios que ainda não foram definidos, acho que foi até muito rápido, mas não acredito que isso venha acontecer de forma definitiva”, disse Limma

Questionado se o deputado poderia ser compensado com uma indicação, Limma respondeu. “Sempre é possível, o governador, o secretário de Governo, o presidente do Progressistas, o presidente da Assembleia são todos pessoas experientes e habilidosas e a política sempre atua muito com base na lei da compensação”.

NOTÍCIA RELACIONADA

Família B. Sá decide ficar de fora da indicação de cargos do interior