Política

Lula recebe ajudinha de juiz e marca gol de pênalti em jogo do MST

O cantor e compositor Chico Buarque também participou da partida com o time "Amigos do Chico".

Andressa Martins
Teresina
- atualizado

O ex-presidente Lula recebeu ajuda de um juiz de futebol para balançar as redes em uma partida promovida pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) nesse sábado (23). Na ocasião foi inaugurado o campo de futebol da escola Florestan Fernandes, mantida pelo MST no interior de São Paulo.

A partida foi entre “Amigos do Chico” e “Veteranos do MST” e contou com presenças ilustres como a do cantor e compositor Chico Buarque de Holanda e dos petistas Fernando Haddad, Celso Amorim e Lindbergh Farias. O jornalista esportivo Juca Kfouri foi o árbitro do jogo.

  • Foto: Paulo Pinto/Fotos Públicas/DivulgaçãoLula e Chico BuarqueLula e Chico Buarque

Na arquibancada era possível observar também outros nomes conhecidos dos brasileiros, como o rapper Mano Brown e o escritor Fernando Morais. O jogo terminou 4 a 1 para o time de Chico.

Durante a partida, o ex-presidente Lula bateu um pênalti, mas a bola foi pega pela goleira. Sem motivo aparente, o jornalista Juca, que estava como arbitro, mandou voltar a cobrança e Lula marcou o gol. “Digamos que a goleira facilitou um pouco a vida para o ex-presidente”, admitiu o narrador do MST.

Lula tirou a camisa 13 para comemorar o gol e levou cartão vermelho, mas foi readmitido dentro de campo.

Mais conteúdo sobre: