Política

Michel Temer diz que ‘consertar’ Previdência é tarefa ‘urgente’

A declaração do presidente faz parte da mensagem de abertura do ano legislativo lida no Congresso Nacional.

NAYRANA MEIRELES
DE TERESINA
- atualizado

O presidente Michel Temer enviou nesta segunda-feira (5), uma mensagem ao Congresso Nacional onde afirmou que a “tarefa urgente” do momento é “consertar” a Previdência Social.

  • Foto: Nilton Fukuda/Estadão ConteúdoCongresso NacionalCongresso Nacional

Segundo informações do G1, a votação da reforma está marcada para o próximo dia 19. A proposta seguirá para o Senado se tiver o apoio mínimo de 308 dos 513 deputados, em duas votações.

  • Foto: Fátima Meira/Futura Press/Estadão ConteúdoMichel TemerMichel Temer

"Nossas atenções estão voltadas para a tarefa urgente de consertar a Previdência. O atual sistema é socialmente injusto e financeiramente insustentável. É socialmente injusto porque transfere recursos de quem menos tem para quem menos precisa, concentrando renda. É financeiramente insustentável porque as contas simplesmente não fecham, pondo em risco as aposentadorias de hoje e de amanhã", afirmou o presidente.

A mensagem foi entregue pelo ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, e lida pelo primeiro-secretário da Câmara, deputado Giacobo (PR-PR) durante a cerimônia de abertura do ano legislativo no Congresso Nacional.

MAIS NA WEB