Política

Ministro Alexandre Baldy assina convênios com o Governo do Piauí

O evento aconteceu na tarde desta sexta-feira (05), no Palácio de Karnak, e contou ainda com a presença do diretor de Habitação da caixa, Guilherme Correia.

BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado

Assinatura de Convênio no Karnak

Foi realizada na tarde desta sexta-feira (05), no Palácio de Karnak, solenidade de assinatura de convênios de repasse do Orçamento Geral da União com o Governo do Estado e prefeitos, que contou com a presença do Ministro das Cidades, Alexandre Baldy, e do diretor de Habitação da Caixa Econômica Federal, Guilherme Correia. Foram liberados R$ 41 milhões e 374 mil.

“Aqui estamos assinando mais convênios no Governo do Estado e, para a Caixa Econômica, é um compromisso muito grande a assinatura de todos esses convênios porque, na verdade, começa agora o nosso trabalho para fazer com que cada emenda, cada convênio, cada contrato efetivamente seja viabilizado e que os recursos sejam colocados em cada município do estado, esse é o nosso grande desafio e é esse o compromisso que eu venho firmar com o estado no Piauí, em nome do nosso presidente Gilberto Occhi”, declarou Guilherme Correia.

Correia acrescentou: “Estamos aqui, a Caixa Econômica Federal, para demonstrar para toda a sociedade piauiense que o nosso objetivo é fazer com que todos os recursos que foram alocados sejam aplicados no Estado”.

Wellington Dias falou sobre a utilização dos recursos: “Essa liberação da Caixa Econômica Federal nos permite R$ 42 milhões, aproximadamente, em investimentos em diversas áreas. São convênios com áreas do estado como a secretaria da Saúde, do Desenvolvimento Rural e outras áreas voltadas para a qualidade de vida para melhor equipar as nossas estruturas, inclusive, com os municípios, investimentos para essa área de água, saneamento e receber isso, no início do ano, nos dá grandes expectativas”, afirmou o governador.

“Essa união de esforços da classe política, dos gestores, das esferas administrativas municipais, estaduais e federal é fundamental, sem demagogia, sem hipocrisia, sem quaisquer tipos de colocações que não possam nos fazer única e exclusivamente trabalhar na reconstrução econômica e de levar até os nossos verdadeiros representados, que são os cidadãos, as melhorias que tanto carecem e precisam", enfatizou o ministro Alexandre Baldy.

MAIS NA WEB