São João do Piauí - PI

MP-PI investiga corte irregular da Equatorial Piauí em casa de idosa

O promotor Jorge Luiz da Costa Pessoa instaurou procedimento administrativo contra a Equatorial, suspeita de realizar indevidamente o corte de energia na casa de uma idosa em São João do Piauí.

Thais Guimarães
Teresina
- atualizado

O Ministério Público do Estado do Piauí (MP-PI) instaurou procedimento administrativo contra a Equatorial Piauí, suspeita de realizar indevidamente o corte de energia elétrica na residência de uma idosa no município de São João do Piauí. A portaria foi assinada pelo promotor Jorge Luiz da Costa Pessoa, no dia 04 de fevereiro.

De acordo com informações prestadas junto ao MP pelo filho da senhora de 64 anos, no dia 20 de novembro de 2019 uma equipe da Equatorial, realizando uma inspeção no bairro em que ela reside, chegou em seu endereço apresentando uma notificação para que ela assinasse, sob a ameaça de suspensão do fornecimento de energia.

Ainda segundo o denunciante, após sua mãe se recusar a assinar o papel, a equipe efetuou o corte no abastecimento de energia, mesmo as faturas da unidade consumidora estando em dia. O filho da idosa afirmou ao MP que não existem irregularidades em sua instalação.

Diante disso, o promotor de Justiça decidiu instaurar procedimento administrativo para apurar o caso, determinando que uma cópia da portaria deve ser remetida ao Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON-PI). O representante do órgão ministerial determinou ainda que a Equatorial Piauí deve apresentar defesa escrita no prazo de 15 dias.

Outro lado

Nenhum representante da Equatorial Piauí foi localizada pelo GP1.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Juiz determina que Equatorial Piauí restabeleça energia de consumidora

Justiça proíbe Equatorial Piauí de cortar energia de consumidora

Juiz determina que Equatorial retire nome de consumidor do Serasa