Teresina - PI

Operação Infiltrados prende policiais civis por fraude em concurso

As ações foram desencadeadas nas cidades de Teresina, Campo Maior, Pedro II, São Raimundo Nonato, Fortaleza-CE e Araripina-PE.

Brunno Suênio
Teresina
Thais Souza
Teresina
- atualizado

Polícia deflagra Operação Infiltrados

A Secretaria de Segurança Pública do Piauí e a Delegacia Geral da Polícia Civil, através do Grupo de Repressão ao Crime Organizado – GRECO, Corregedoria de Polícia Civil e Diretoria de Inteligência da SSP-PI, deflagrou nesta terça-feira (09) a Operação Infiltrados com o objetivo de desarticular uma organização criminosa, formada por policiais civis, especializada em fraudes a concursos públicos, em especial, ao certame para Agente de Polícia Civil, realizado no ano de 2012. Ao todo 23 mandados de prisão estão sendo cumpridos, destes, 13 contra policiais civis que passaram no concurso alvo da investigação e 10 contra pessoas fora da polícia. 

As investigaçoes tiveram início em 2016, após a deflagração da Operação Veritas,que apurou fraude ao concurso do Tribunal de Justiça do Piauí. De acordo com a Polícia Civil, as ações foram desencadeadas nas cidades de Teresina, Campo Maior, Pedro II, São Raimundo Nonato, Fortaleza-CE e Araripina-PE, onde estão sendo cumpridos ao todo 23 mandados de prisões preventivas, temporárias, conduções coercitivas e buscas e apreensões. Até o momento foram presos 13 policiais civis e as diligências ainda não estão concluídas. Os presos estão sendo encaminhados para a sede do GRECO, Academia de Polícia Civil do Estado do Piauí (ACADEPOL) e para a sede da Corregedoria.

Em entrevista aoGP1, o delegado Willame Morais informou que na ACADEPOL já tem 10 pessoas presas. “Foram expedidos 27 mandados de buscas e apreensão, desses mandados 04 são de conduções coercitivas. E 23 mandados de prisão, sendo que dessas prisões, 16 são temporárias e 07 preventivas. Vale destacar que dos 23 mandados de prisão, 13 são contra policiais civis", disse.

A operação contou com apoio de cerca de 100 policiais civis do Greco, Corregedoria de Polícia Civil, Diretoria de Inteligência da SSP-PI, Gerência de Polícia do Interior, Metropolitana e Especializada, Unidades de Polícia Civil da Capital e do Interior, além da DRF – Delegacia de Roubos e Furtos da Polícia Civil do Ceará e da 24ª Delegacia Seccional de Araripina-PE.

Veja a nota na íntegra

A Secretaria de Segurança Pública do Estado do Piauí/PI e a Delegacia Geral da Polícia Civil, através do Grupo de Repressão ao Crime Organizado – GRECO, Corregedoria de Polícia Civil e Diretoria de Inteligência da SSP-PI, comunica que na data de hoje foi deflagrada a OPERAÇÃO INFILTRADOS, que tem por objetivo desarticular uma Organização Criminosa composta em sua maioria por Agentes de Polícia Civil, especializada em fraudes a concursos públicos e outros crimes, cuja atuação culminou em fraude ao concurso público de Agente de Polícia Civil realizado em 2012.

Ao todo foram cumpridos mandados de prisões preventivas, temporárias, conduções coercitivas e buscas e apreensões nas cidades de Teresina, Campo Maior, Pedro II, São Raimundo Nonato, Fortaleza-CE e Araripina-PE. Dentre os presos e investigados encontram-se 16 policiais civis.

A Operação contou com apoio de cerca de 100 policiais civis do Greco, Corregedoria de Polícia Civil, Diretoria de Inteligência da SSP-PI, Gerência de Polícia do Interior, Metropolitana e Especializada, Unidades de Polícia Civil da Capital e do Interior, além da DRF – Delegacia de Roubos e Furtos da Polícia Civil do Ceará e da 24ª Delegacia Seccional de Araripina-PE. Ressalte-se que foi de fundamental importância para o desenvolvimento desta complexa investigação as informações prestadas pelo Núcleo de Concurso e Promoções de Eventos – NUCEPE/UESPI, bem como a competente atuação da Central de Inquéritos de Teresina, na pessoa do Excelentíssimo Juiz de Direito, Dr. Luiz de Moura Correa e de todos os outros Juízes auxiliares, bem como do Ministério Público do Estado do Piauí, na pessoa da Dra. Luzijones Felipe de Carvalho Façanha. O Delegado Geral de Polícia Civil, Riedel Batista, o coordenador do GRECO, Willame Moraes e o Corregedor Geral da Polícia Civil, Adopho Cardoso, receberão a imprensa hoje (09-05) às 11h00min na sede da Delegacia Geral de Polícia Civil para fornecer maiores detalhes da Operação. Teresina-PI, 09 de maio de 2017.

Mais conteúdo sobre: