Economia e Negócios

Paulo Guedes diz que governo quer abrir capital de banco digital da Caixa

Pagamento do auxílio emergencial foi feito pelo banco digital; para fazer o IPO, a Caixa precisaria desmembrar essa área.

Por  Estadão Conteúdo

Ao falar da digitalização de brasileiros que estavam fora do sistema bancário por meio do auxílio emergencial, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o governo planeja abrir o capital do braço digital da Caixa Econômica Federal, responsável por operacionalizar o programa de transferência de renda.

“O Brasil é uma democracia digital. Na pandemia digitalizamos 64 milhões de pessoas. Quanto vale um banco com 64 milhões de pessoas que foram bancarizadas pela primeira vez e serão leais pelo resto da vida? Estamos planejamento um IPO deste banco digital nos próximos seis meses”, afirmou nesta terça-feira, 10, durante participação em evento organizado pelo Milken Institute, que não constava da agenda do ministro nem havia sido informado pela assessoria da pasta.

Antes da abertura de capital, a Caixa precisaria desmembrar o braço digital da instituição. O banco suspendeu no mês passado mais uma vez a IPO da Caixa Seguridade, que deve acontecer somente no próximo ano. A área de cartões do banco também deve ter o capital aberto em 2021.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Ministro Paulo Guedes prevê tombo menor do PIB em 2020

Essa história de matar índios e queimar florestas é um exagero, diz Guedes

Paulo Guedes sobre Alcolumbre: 'está ocupado com reeleição para o Senado'

Paulo Guedes diz que pode desistir de imposto sobre transações digitais