Teresina - PI

Polícia identifica 20 suspeitos de arrombamentos em Teresina

Bandidos aproveitaram que estabelecimentos estavam fechados e fizeram muitos arrombamentos na zona Sul de Teresina.

Andressa Martins
Teresina
- atualizado

Durante os feriados de Natal e Ano Novo, bandidos aproveitaram que estabelecimentos estavam fechados e fizeram muitos arrombamentos na zona sul de Teresina. Residências também foram alvo dos elementos, que já foram identificados pela polícia.

Os arrombamentos aconteceram em estabelecimentos comerciais e residencias nos bairros Monte Castelo, Ilhotas e Piçarra. De acordo com o investigador Joatan Rodrigues, mais de 20 criminosos estão envolvidos nos casos de furto qualificado.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Joatan Gonçalves, chefe de investigação Joatan Gonçalves, chefe de investigação

“Eles fizeram esse furto qualificado, arrombaram, levaram as coisas das pessoas nesse período de Ano Novo e de Natal. Mas enquanto eles estão aparelhados, com pé de cabra, com objetos, chave de fenda, chave micha, arrombando os estabelecimentos, a polícia também está atenta e está localizando todos”, afirmou Jetan.

Alguns materiais dos furtos foram recuperados e as vítimas estão na delegacia para o recolhimento dos mesmos. Alguns dos acusados identificados já prestaram depoimento nesta quarta-feira (3).

“Por não existir flagrante dessa situação, eles não foram presos, mas os inquéritos estão sendo produzidos na delegacia e com certeza a Justiça vai responsabilizar eles pelos crimes que eles cometeram”, contou Joatan.

Arrombamentos

O último arrombamento registrado foi na madrugada de segunda-feira (1). Ao todo, foram registrados 6 arrombamentos a salão de beleza, padarias, supermercado e outros estabelecimentos comerciais.

De uma loja de eletrodomésticos da Piçarra, estima-se que os bandidos tenham levado R$ 5 mil. De um salão de beleza, o prejuízo foi de aproximadamente R$ 3.600 em produtos.

Modus Operandi

Ainda segundo o investigador Joatan, os acusados moram na região onde aconteceram os arrombamentos. Antes de realizar os furtos, os bandidos sondam a região e descobrem quais residências estão vazias e quais estabelecimentos estão com segurança comprometida.

Mais conteúdo sobre: