Parnaíba - PI

Prisão de acusado de matar irmão em Parnaíba é convertida em preventiva

A decisão do juiz de direito Georges Cobiniano Sousa de Melo, da Central de Audiência de Custódia de Parnaíba, é desta terça-feira (21).

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

O juiz de direito Georges Cobiniano Sousa de Melo, da Central de Audiência de Custódia de Parnaíba, converteu em preventiva a prisão em flagrante de Antônio Marcos Alves Oliveira dos Santos acusado de matar o irmão Adriano Alves de Araújo a facadas. A decisão é desta terça-feira (21).

O magistrado destacou na decisão que os quatro requisitos para a decretação da prisão preventiva se encontram nos autos como: indícios de autoria, confissão e prova da materialidade termo de exibição e apreensão da arma branca.

“(...) existe o risco à ordem pública caso venha a ser solto, entendendo pela razoabilidade e imprescindibilidade do decreto de prisão preventiva”, concluiu o magistrado.

O crime

Antônio foi preso, na noite do último domingo (19), acusado de assassinar o próprio irmão com golpes de faca dentro de casa, no Residencial Dunas, localizado na cidade de Parnaíba.

Segundo informações do comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar do Piauí, tenente-coronel Pacífico, Antônio desferiu as facadas no peito esquerdo do irmão, que morreu no local.

À Polícia Civil, Antônio Marcos relatou que Adriano havia chegado em casa bêbado e passou a agredir o tio, que é cadeirante, e diante disso ele desferiu os golpes de faca no irmão mais velho, que não resistiu aos ferimentos.

NOTÍCIA RELACIONADA

Jovem mata o irmão a facadas no Residencial Dunas em Parnaíba