Lagoa de São Francisco - PI

Procurador Eleitoral quer a cassação do prefeito Veridiano Melo

 O parecer foi juntado aos autos na última terça-feira (17). O procurador opina pela cassação em cinco dos sete recursos eleitorais em tramite.

Gil Sobreira
Teresina
- atualizado

O Procurador Regional Eleitoral Leonardo Carvalho Cavalcante de Oliveira se manifestou favorável à cassação dos mandatos do prefeito Veridiano Carvalho de Melo e do vice-prefeito José Pereira de Sousa Neto, de Lagoa de São Francisco, pela prática de conduta vedada, abuso de poder político/econômico e captação ilícita de sufrágio.

O prefeito e o vice foram investigados em sete ações eleitorais em razão da suposta existência de um esquema de contratação de servidores para realização de atividades de caráter não essencial e permanente na administração municipal, sem a prévia realização de procedimento licitatório e dentro do período vedado, com a finalidade de dirigir recursos à campanha de candidatos ao legislativo local e granjear a simpatia de parte do eleitorado, bem como para cooptação de apoio político, além da suposta construção de poço em troca de votos. As ações foram julgadas improcedentes pelo juízo da 12ª Zona Eleitoral. O parecer foi juntado aos autos na última terça-feira (17).

O procurador opina pela cassação em cinco dos sete recursos eleitorais em tramite.

Os recursos deverão entrar em pauta nas próximas sessões do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí.