Cajazeiras do Piauí - PI

Promotor investiga gestão do ex-prefeito Deocleciano Ferreira Nunes

Carlos Rubem havia instaurado inicialmente um procedimento investigatório preliminar nº 003/2013 com o objetivo apurar possíveis atos de improbidade administrativa.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

O promotor Carlos Rubem Campos Reis instaurou inquérito civil público para investigar denúncia de irregularidades na gestão do ex-prefeito de Cajazeiras, Deocleciano Ferreira Nunes, mais conhecido como Ferreirinha, no exercício financeiro de 2012.

Carlos Rubem havia instaurado inicialmente um procedimento investigatório preliminar nº 003/2013 com o objetivo apurar possíveis atos de improbidade administrativa no município de Cajazeiras do Piauí, após informação do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que um monitoramento realizado pela Diretoria de Fiscalização da Administração Municipal (DFAM)  nas contas bancárias do Fundeb e Fns Blatb, respectivamente na gestão de Maria da Cruz da Silva Costa Bezerra e Maciel Moura de Araújo, constataram ocorrências de movimentações financeiras suspeitas.

Segundo a Diretoria de Fiscalização “alerta-se para o fato de que essas operações necessitam das devidas justificativas, com apresentação de documentação consistente referente a realização de despesas, devidamente liquidadas, correspondentes às saídas desses recursos”. Em 2013 os gestores justificaram as transferências e o TCE chegou a considerar que a falha foi devidamente esclarecida.

Com o encerramento do prazo do Procedimento Investigatório Preliminar, o promotor decidiu então converter o processo em Inquérito Civil Público, para continuar a realizar a coleta de mais informações.