Piauí

Sebrae e CNPq lançam edital para a seleção de bolsistas no Piauí

Inscrições, para concorrer a bolsas de R$ 4 mil, encerram no dia 29 deste mês Piauí.

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae no Piauí, e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, lançaram o Edital para a seleção de bolsistas para o Programa Agentes Locais de Inovação, ALI. As inscrições, que encerram no dia 29 deste mês, estão disponíveis no site da Egaion Consultoria – www.egaion.com.br.

A seleção conta com duas vagas para Orientador, sendo uma para cadastro de reserva; e 18 vagas para Agentes Locais de Inovação, ALI, sendo seis para cadastro de reserva. Os selecionados, que serão bolsistas do CNPq, irão atuar junto às microempresas para promover a prática continuada de ações de inovação, por meio de uma orientação proativa e personalizada.

O valor da bolsa para orientador é R$ 4 mil, por um período de 12 meses, com previsão de início dos trabalhos remotos em setembro de 2021. Caso o orientador possua vínculo empregatício com outra empresa e ou instituição, receberá apenas 60% do valor da bolsa.

Entre os requisitos para ser Orientador estão: possuir mestrado e/ou doutorado; ter residência no Piauí; ter disponibilidade de, no mínimo, 20 horas semanais para orientação dos agentes; ter experiência comprovada em orientação de graduandos e/ou pós-graduandos; participação em projetos de pesquisas, iniciação científica ou defesas de dissertações e teses voltadas ao levantamento de boas práticas de inovação em pequenos negócios; ou ainda atuação no ambiente empresarial, desenvolvendo atividades focadas em inovação; além de possuir currículo cadastrado e atualizado na plataforma Lattes (www.cnpq.br/lattes).

Os ALI atuarão em campo por um período de 22 meses, sendo um mês de capacitação virtual, previsto para janeiro de 2021, e 21 meses de trabalho junto às microempresas. No primeiro mês, destinado ao treinamento, do qual participarão os 18 selecionados, a bolsa será de R$ 2 mil. Após o período de capacitação, os 12 candidatos com melhor desempenho passam a receber o valor de R$ 4 mil, mensalmente. Os demais ficam no cadastro de reserva do programa, sem remuneração.

As vagas serão distribuídas oito para Teresina, sendo quatro para cadastro de reserva; e para Bom Jesus, Floriano, Picos e Parnaíba, serão disponibilizadas seis vagas, sendo uma efetiva para cada município, e duas para cadastro de reserva em Parnaíba e Floriano. Os candidatos deverão residir ou fixar residência nos municípios para os quais concorreram à vaga até a data de assinatura do Plano de Trabalho. O raio de atuação desses profissionais será de até 100 km do local onde residem.

Entre os requisitos para atuação com ALI estão: ter formação universitária com diploma reconhecido pelo Ministério da Educação; a graduação deve ter sido concluída há, no máximo, dez anos; e experiência comprovada de, no mínimo, seis meses, em atividades relacionadas à pequenos negócios e/ou gestão de empresas e/ou tecnologia e inovação.

O Sebrae e o CNPq não atenderão nenhum candidato e nem passarão informações sobre o processo seletivo, cabendo à EGaion Consultoria todo e qualquer contato e resposta aos candidatos participantes deste processo. Dúvidas e outras demandas deverão ser encaminhadas por escrito para o endereço eletrônico www.egaion.com.br/faleconosco.

O PROGRAMA ALI

O Programa ALI tem abrangência nacional e está consolidado como estratégia de competitividade e diferencial para as empresas. É executado por meio de um acordo de cooperação técnica entre o CNPq e o Sebrae.

O objetivo é promover a inovação para reduzir os custos e/ou aumentar o faturamento das microempresas e empresas de pequeno porte, a partir da instrumentalização e experimentação de ferramentas ágeis e do compartilhamento de experiências entre os empresários,

Os agentes bolsistas do CNPq são capacitados para acompanhar as empresas, definidas estrategicamente pelo Sebrae.

Durante o ciclo de vigência definido no edital, os ALI visitam os empreendimentos, apresentam soluções e oferecem respostas às demandas do negócio. As mudanças geram impacto direto na gestão empresarial, na melhoria de produtos e processos e na identificação de novos nichos de mercado.

Podem ser atendidas pelo programa exclusivamente empresas com faturamento anual de até R$ 3,6 milhões, que atuam nos setores da Indústria, Comércio ou Serviços.

Mais conteúdo sobre: