Cocal - PI

TJ-PI vai transferir julgamento do ex-prefeito José Monção

Monção está sendo processado por tentativa de homicídio e posse ilegal de arma de fogo.

Gil Sobreira
Teresina
- atualizado

O Tribunal de Justiça decidiu na última sexta-feira (10) atender pedido feito pelo Ministério Público para transferir o julgamento do ex-prefeito de Cocal, José Maria Monção, para uma das Varas do Júri da Comarca de Teresina. Monção está sendo processado por tentativa de homicídio e posse ilegal de arma de fogo.

O Ministério Público, ao pedir o desaforamento, argumentou que José Maria Monção e os seus familiares ainda detêm bastante força política na cidade de Cocal, bem como nas cidades circunvizinhas: “É notório que o réu continua a gozar de prestígio e notoriedade na sociedade de Cocal, colacionando amigos e desafetos de toda ordem”.

Em seu parecer, a procuradora de Justiça, Ivaneide Assunção Tavares Rodrigues, se manifestou favorável ao pedido, “mostra-se realmente necessário o desaforamento do julgamento da ação penal a que o acusado responde, na Comarca de Cocal para a Comarca de Teresina, não havendo dúvida de que se encontram presentes os elementos que autorizam a concessão do incidente processual”.