Entretenimento

"Tudo é na hora certa", diz Elana sobre sua participação no BBB19

A piauiense revelou que sua mãe incentivava a participação no BBB desde que ela tinha 16 anos.

Débora Dayllin
Teresina
- atualizado

Essa segunda-feira (04) começou tensa após a formação do paredão que colocou três mulheres na berlinda, mas Elana, a representante do Piauí, não se deixou abalar e comemorou a sua participação no reality.

“Vinte e cinco aninhos, vivendo isso. Sempre sonhei, Deus realizou. Por isso sonha, minha gente, sonha alto, sonha grande", disse Elana para Tereza e Danrley. O papo continua e a piauiense revela que sua mãe incentivava a participação no BBB desde que ela tinha 16 anos.

"Minha mãe falava: 'Quando você tiver 18 anos, vai se inscrever no Big Brother. O sonho maior mesmo é da minha mãe", conta. "Ela é tímida pra essas coisas".

  • Foto: Divulgação/GshowElana em conversa com os BrothersElana em conversa com os Brothers

Tereza, então, comentou a colocação da sister. "Aqui tá invertido, o filho tá sendo realizado pela mãe, e a mãe pela filha", em referência à felicidade de seu filho por ela estar no programa.

Elana começou a contar sobre a quantidade de inscrições que fez para entrar no reality show. "Eu achava impossível entrar. Em 2018, eu fiz. Sabe quando você tá focada? Parece que eu sentia", afirmou.

A piauiense continua explicando que já tinha tentando em anos anteriores. "Eu me inscrevi em 2012, mandei tudo direitinho, mas não deu certo". Elana fala que voltou a tentar a fazer inscrição em 2015. "Eu fiz o vídeo, tudo bonitinho, só que eu não queria, sabe aquela coisa de má fé? Má vontade? Aí eu gravei o vídeo, eu lembro que faltava uma semana para encerrar a inscrição, eu tava de férias e a minha mãe: 'Faz inscrição, Elana, pelo amor de Deus, para você mudar de vida, filha'. Todo tempo de influenciando. Aí eu fiz meu vídeo, quando eu tava mandando, aí ficou sem energia na cidade, aí não fiz minha inscrição", explicou a engenheira.

A piauiense recorda com os brothers, que ano passado ela voltou a fazer a inscrição e foi selecionada. "Tudo é na hora certa".

Elana comentou ainda a rotina da sua mãe no interior do Piauí. "Minha mãe, até dois anos, atrás vivia pra mim, principalmente, porque tava me formando. Meu pai analfabeto, depende dela pra assinar. Minha mãe na verdade nunca pensou nela. Nunca. Ela não se cuida, não faz nada. Falo: pelo amor de Deus, sai um dia com o pai'. Ela diz que quer ver os filhos impecáveis. Tudo é pra mim e meu irmão", declarou.

Mais conteúdo sobre: