Teresina - PI

Veículo tem pane elétrica e pega fogo na Avenida Duque de Caxias

Conforme relatado, o veículo, modelo Fiat Uno, perdeu o freio inicialmente e em seguida pegou fogo. Como não conseguia parar o carro, Johan foi salvo por moradores, que ajudaram a apagar as chamas.

Andressa Martins
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

Carro pega fogo na Avenida Duque de Caxias

Por volta das 9h desta sexta-feira (10) um veículo Fiat Uno pegou fogo na Avenida Duque de Caxias, na zona norte de Teresina. Conforme Johan de França, proprietário do veículo, de início o freio do carro parou de funcionar e em seguida pegou fogo. Como não conseguia parar o carro, Johan foi salvo por moradores, que ajudaram a apagar as chamas.

“Eu perdi o freio, o freio não estava mais acionando e eu comecei a gritar e o povo já nervoso. Embaixo o carro começou a pegar fogo e o povo gritando, me dizendo que estava pegando fogo e eu não tinha como parar, não tinha mais freio”, disse Johan.

“Os meninos que trabalham na loja de som aqui perto começaram a correr atrás de mim e jogar água e o carro pegando fogo. Aí conseguimos abaixar fogo, mas ele pegou fogo por dentro também e começou a cheirar a gasolina. Foi coisa de doido, graças a Deus estou vivo. A sorte foi que as pessoas vieram ajudar”, detalhou ao GP1.

Dificuldades

Johan contou que na hora do acidente estava indo na casa de sua mãe e em seguida iria para o Shopping Rio Poty, onde trabalha como auxiliar de limpeza. O jovem de 28 anos contou ainda que comprou o carro há 11 meses e que fazia bicos como motorista para amigos e vizinhos, a fim de complementar sua renda.

“Comprei o carro tá com uns 11 meses, eu tinha uma Pop e ela já estava com muito problema. Consegui vender a Pop. Trabalhava com ela tanto indo de manhã para o Shopping Rio Poty e como motoboy, levando criança para o colégio. E com o carro também era isso. Era uma forma de me ajudar, porque a gente ganha o salário e é pouco, dá mal para pagar as contas”, continuou.

Sem dinheiro para o reboque

O jovem não tinha sequer como pagar um reboque para tirar o veículo do local e aproveitou a oportunidade para pedir ajuda. “Não sei como vou fazer agora. É um prejuízo enorme, até agora não sei o que vou fazer. Não consegui nem um reboque. É meu meio de trabalho, é como eu vou trabalhar”, seguiu.

Para ajudar

Para ajudar o jovem, Johan de França disponibilizou seu contato (86) 99862-5028.