Mundo

Vladimir Putin se pronuncia sobre ataque dos EUA a Síria

Segundo ele, Moscou está convocando uma reunião extraordinária no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).

NAYRANA MEIRELES
DE TERESINA

- atualizado

O presidente da Rússia, Vladimir Putin se pronunciou neste sábado (14), sobre o ataque de mísseis liderado pelos Estados Unidos contra a Síria. Segundo ele, Moscou está convocando uma reunião extraordinária no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).

"A atual escalada em torno da Síria afeta de modo destrutivo todo o sistema de relações internacionais. A história vai decidir tudo, ela já colocou sobre Washington a responsabilidade pela repressão sangrenta na Iugoslávia, no Iraque, na Líbia. A Rússia convoca uma reunião extraordinária do Conselho de Segurança da ONU para discutir as ações agressivas dos EUA e seus aliados”, disse o presidente.

  • Foto: AP/RIA Novosti/Alexei DruzhininVladimir PutinVladimir Putin

Putin também afirmou que a Rússia condena “do modo mais resoluto” o ataque contra a Rússia. "Em 14 de abril, com a ajuda dos seus aliados, os EUA efetuaram um ataque de mísseis contra os objetivos militares e civis na República Árabe da Síria. Sem o aval do Conselho de Segurança da ONU, violando a Carta da ONU e as normas e os princípios do direito internacional, foi realizado um ato de agressão contra um país soberano que está na vanguarda da luta antiterrorista", declarou.

O presidente da Rússia disse ainda que “com suas ações, os EUA agravam ainda mais a catástrofe humanitária na Síria, fazem sofrer a população local, favorecem de fato os terroristas que têm atormentado o povo sírio por sete anos e provocam uma nova onda de refugiados a partir deste país e de toda região em geral”, completou.

MATÉRIAS RELACIONADAS

Estados Unidos ataca Síria em resposta a ataque químico

Donald Trump anuncia ataque em conjunto com França e Reino Unido na Síria

Donald Trump diz que ‘novos mísseis estão chegando à Síria

MAIS NA WEB