Mundo

Estados Unidos ataca Síria em resposta a ataque químico

O uso de armas químicas são proibidas pela Organização das Nações Unidas (ONU).

NAYRANA MEIRELES
DE TERESINA

- atualizado

Três países anunciaram na noite desta sexta-feira (13), que realizaram um ataque conjunto contra estabelecimentos de armas químicas na Síria. Estados Unidos, Reino Unido e França fizeram o ato em retaliação a um suposto ataque químico na cidade de Duma no dia 7 de abril.

O uso de armas químicas são proibidas pela Organização das Nações Unidas (ONU). O governo sírio nega o ataque. Os primeiros ataques foram realizados por volta das 22h (horário de Brasília). Pelo menos 13 mísseis foram atingidos pelos sistemas de defesa sírio em Damasco.

  • Foto: AP Photo/Hassan AmmarEstados Unidos ataca SíriaEstados Unidos ataca Síria

Pelo menos três alvos foram atingidos pelos mísseis na Síria. Foram eles o centro de pesquisa e produção de armas químicas e biológicas em Damasco, um armazém de armas químicas em Homs e uma base também na cidade.

O presidente Donald Trump confirmou que os ataques foram realizados a mando dos Estados Unidos. "Ordenei as forças armadas dos Estados Unidos a lançar ataques precisos em alvos associados com instalações de armas químicas do ditador sírio Bashar al-Assad", disse Trump.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Donald Trump anuncia ataque em conjunto com França e Reino Unido na Síria

Cerca de 1,5 mil rebeldes sírios e seus familiares deixam Guta Oriental

Donald Trump diz que ‘novos mísseis estão chegando à Síria

MAIS NA WEB