GP1

Teresina - Piauí

Allisson Wattson se apresenta à Corregedoria e tem arma apreendida

A jovem foi vista pela última vez na quarta-feira, em um bar da zona leste, na companhia do namorado Allisson Wattson.

O secretário de Segurança Pública, Fábio Abreu (PTB), confirmou nessa segunda-feira (30) que foi apreendida pela Polícia Militar a arma do capitão Allisson Wattson da Silva Nascimento, que é o principal suspeito pelo desaparecimento da estudante de direito Camilla Pereira de Abreu, de 21 anos.

A jovem foi vista pela última vez na quarta-feira, em um bar da zona leste, na companhia do namorado Allisson Wattson. Seu celular foi encontrado na quinta-feira, por uma funcionária da casa do secretário Rafael Fonteles, próximo do restaurante Frango Dourado.

O policial compareceu nessa segunda-feira à Corregedoria da Polícia Militar onde prestou depoimento. Segundo o secretário, a arma de Alisson Wattson foi apreendida, mas não passará por perícia nesse momento, apenas se a estudante for encontrada sem vida.

  • Foto: Thais Souza/ GP1Secretario de Segurança Pública, Fábio AbreuSecretario de Segurança Pública, Fábio Abreu

“O celular dela que foi apreendido será periciado, agora a arma só pode ser periciada se tiver alguma coisa para se comparar, até o momento não se achou nada, como um corpo, por exemplo, então não tem como se periciar. Agora a arma dele já está com a Polícia Militar. A partir do momento, onde se pode encontrar um corpo e tiver alguma situação de tiro, vai ser feita essa comparação, mas até o momento é desnecessário se encaminhar a perícia porque não tem com o que se comparar”, explicou.

Ele disse que devido a repercussão do caso e o fato da jovem estar desaparecida após ter sido vista pela última vez com o seu namorado, que atua no 8º Batalhão da Polícia Militar, decidiu designar a Delegacia de Homicídios para investigar o caso.

“Pelo tamanho das informações e detalhes, é possível que se tenha cometido um crime de homicídio, feminicídio, ou então é só um caso de desaparecimento, mas no domingo designei essa unidade especializada para que possa assumir o caso e dar uma celeridade maior”, afirmou.

Sobre a prisão do policial, ele explicou que “isso é do juízo do delegado com base nas informações que ele tem para que possa ser pedida a prisão”.

  • Foto: Facebook/Camilla Abreu e Allisson Wattson Camilla Abreu e Allisson Wattson Camilla Abreu e Allisson Wattson

Pai fez apelo ao policial

O pai da jovem, Jean Carlos Rodrigues, muito emocionado, fez um apelo nessa segunda-feira para o policial militar Allisson Wattson. “Queria que ele dissesse onde minha filha tá, o que ele fez com ela, só ele pode dizer. Ele era pra ser o primeiro a comunicar pra polícia, era o primeiro pra tá em campo atrás da namorada. Mas o homem sumiu. Não aparece", desabafou.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.