GP1

Teresina - Piauí

Delegacia de Homicídios assume caso do desaparecimento de Camilla Abreu

Conforme um amigo de Camilla, a polícia procurou o namorado dela para periciar o carro, porém ele disse que havia vendido o veículo na sexta (27) e informou que não lembrava pra quem tinha ve

O delegado Francisco Costa, o Barêtta, informou ao GP1 na manhã desta segunda-feira (30), que a Delegacia de Homicídios assumiu as investigações sobre o desaparecimento da estudante de direito, Camilla Pereira de Abreu, de 21 anos. A moça está desaparecida desde quarta-feira (25) e foi vista pela última vez com o namorado o capitão da Polícia Militar do Piauí, Allisson Wattson da Silva Nascimento, lotado no 8º Batalhão da PM.

  • Foto: Facebook/Camila AbreuCamila AbreuCamila Abreu

De acordo com informações repassadas pelo Barêtta, coordenador da Delegacia de Homicídios, o caso foi encaminhado para sua delegacia ontem (29), por determinação do delegado geral, Riedel Batista, e do secretário de segurança do estado do Piauí, Fábio Abreu. “Assumimos as investigações, estamos fazendo todo um protocolo de investigação de desaparecimento de pessoas, para saber primeiramente se é um fato típico, é criminoso, ou atípico, não criminoso. Nós vamos dar “bom dia” para Camila na quarta-feira que ela desapareceu, a partir das 7h da manhã até a última pessoa que esteve com ela”, informou o delegado.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Delegado BarêttaDelegado Barêtta

Conforme o Barêtta, o delegado da equipe da zona sudeste, Emerson Almeida, ficará à frente das investigações. “Já temos muitas informações. Já adotamos algumas providências antes mesmo do caso chegar em nossas mãos”, finalizou o coordenador da Delegacia de Homicídios.

Investigações

A jovem desapareceu na quarta-feira (25). Ela foi vista pela última vez na zona leste de Teresina, na companhia do namorado, o capitão Allisson Wattson da Silva Nascimento. Ele ficou incomunicável durante dois dias e na sexta reapareceu, afirmando que não sabia da moça.

  • Foto: Instagram/Allisson WattsonAllisson WattsonAllisson Wattson

A família prestou queixa no 6º Distrito Policial no sábado (28). Um amigo da jovem desaparecida disse ao GP1 na manhã desta segunda-feira (30), que a polícia procurou o namorado de Camilla para periciar o carro, porém ele disse que havia vendido o veículo na sexta (27) e, ao ser questionado para quem havia vendido o carro, ele disse que não lembrava.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.