GP1

Teresina - Piauí

HTI Sul envia esclarecimento sobre denúncia de ex-funcionários

Em nota, o diretor disse que não houve demissão em massa, mas sim uma redução do quadro de funcionários.

O diretor administrativo do HTI Sul, Amauri Pereira Gonçalves, enviou ao GP1, no final da tarde desta terça-feira (07), direito de resposta sobre denúncia publicada hoje intitulada “HTI Sul é acusado de não pagar rescisões de 100 ex-funcionários”.

Em nota, o diretor disse que não houve demissão em massa, mas sim uma redução do quadro de funcionários que se deu em virtude do necessário redimensionamento e reestruturação do hospital, especialmente considerando a recente fusão com a Casamater.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1 HTI Teresina de Teresina Piauí HTI Teresina de Teresina Piauí

Confira abaixo nota na íntegra

Em resposta à publicação no site GP1 no dia 07/02/17, por Wanessa Gomes,  o HTI informa:

A despeito das informações repassadas quanto a demissão "em massa" de ex-colaboradores do HTI, bem como os atrasos no pagamento das rescisões dos contratos de trabalho, a diretoria informa que a redução do quadro de funcionários se deu em virtude do necessário redimensionamento e reestruturação do hospital, especialmente considerando a recente fusão com a CASAMATER.

Portanto, refuta-se a informação de "demissão em massa" dos colaboradores do hospital, uma vez que houve somente a redução de seu quadro para atender às reais necessidades, adequando-se à sua realidade atual.

Ressalta-se, contudo, que o cenário econômico adverso nos últimos anos atingiu  de forma mais sensível as empresas que atuam no sistema de saúde privada em todo país, e mais especificamente em nosso Estado, onde várias empresas também já implementaram medidas necessárias a manutenção de suas atividades, dentre elas a redução do quadro de colaboradores.

Outro aspecto relevante e que é de conhecimento geral, que receitas necessárias a operação dos serviços prestados também, rotineiramente, sofrem reduções e excessivos atrasos nos pagamentos, especialmente aquelas instituições de assistência vinculada aos servidores públicos (PLAMTA, IPMT).

Ademais, independente do acima aduzido, o hospital está implementando medidas para resolução imediata de todas as pendências, inclusive, já viabilizando acordos para regularização junto aos representantes dos trabalhadores.

Por fim, é de se ressaltar que todos os atendimentos e serviços prestados pelo hospital continuam em sua plena e irrepreensível normalidade, contemplando a sua reconhecida expetise e garantia de qualidade, como, aliás, assim se notabilizou o hospital em toda a sua história.

Amauri Pereira Gonçalves
Diretor Administrativo

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.