GP1

Teresina - Piauí

Polícia Civil do Piauí recebe armamentos para combate a crimes

Durante a solenidade, foram apresentadas mais de 700 pistolas, 12 espingardas calibre 12 e 12 metralhadoras.

Thais Sousa/ GP1 1 / 18 Armas Armas
Thais Sousa/ GP1 2 / 18 Policiais isolaram a área Policiais isolaram a área
Thais Sousa/ GP1 3 / 18 Entrega de armamentos na sede da SSP-PI Entrega de armamentos na sede da SSP-PI
Thais Sousa/ GP1 4 / 18 Armas entregue para policiais do Piauí Armas entregue para policiais do Piauí
Thais Sousa/ GP1 5 / 18 Organização das armas Organização das armas
Thais Sousa/ GP1 6 / 18 Metralhadoras Metralhadoras
Thais Sousa/ GP1 7 / 18 Veículo de alta tecnologia Veículo de alta tecnologia
Thais Sousa/ GP1 8 / 18 Seis fuzis foram entregues Seis fuzis foram entregues
Thais Sousa/ GP1 9 / 18 Carro que serão entregues para os peritos Carro que serão entregues para os peritos
Thais Sousa/ GP1 10 / 18 Dois veículos foram entregues na sede da SSP-PI Dois veículos foram entregues na sede da SSP-PI
Thais Sousa/ GP1 11 / 18 Armamentos de alta tecnologia Armamentos de alta tecnologia
Thais Sousa/ GP1 12 / 18 Equipes da Força Tarefa da Secretaria de Segurança Equipes da Força Tarefa da Secretaria de Segurança
Thais Sousa/ GP1 13 / 18 Delegado Riedel Delegado Riedel
Thais Sousa/ GP1 14 / 18 Capitão Audivan Nunes Capitão Audivan Nunes
Thais Sousa/ GP1 15 / 18 Delegado Riedel Batista, secretario Fábio Abreu e coronel Carlos Augusto Delegado Riedel Batista, secretario Fábio Abreu e coronel Carlos Augusto
Thais Sousa/ GP1 16 / 18 Fábio Abreu Fábio Abreu
Thais Sousa/ GP1 17 / 18 Equipes isolando a área da SSP-PI Equipes isolando a área da SSP-PI
Thais Sousa/ GP1 18 / 18 Viaturas Viaturas

A Secretaria de Estado da Segurança Pública do Piauí realizou na manhã desta segunda-feira (03) a entrega de mais de 700 armas para a Polícia Civil do Piauí. Além disso, foram entregues dois veículos para o Departamento de Polícia Técnico Científica e uma van para o Instituto de Identificação realizar os serviços de forma itinerante.

Em entrevista ao GP1, o secretário Fábio Abreu informou que foram investidos mais de 2 milhões de reais na compra dos armamentos e veículos. “O armamento é em função da necessidade pela Polícia Civil. Com uma gestão correta, ao realizar um concurso, você deve prever todas as etapas necessárias a ele. E a aquisição do armamento é imprescindível. É ideal que o policial, ao se formar, já saia da academia com sua arma e com o seu colete. Dentro dessa perspectiva e dessa necessidade, que não foi prevista na gestão anterior, sanamos esse problema, nomeamos mais de 200 policiais, compramos 700 armas, significa nós temos como cobrir a necessidade que tinha da Polícia Civil e prever já um próximo concurso, além de ser um armamento que também poderá ser disponibilidade para Polícia Militar, pois é da Secretaria de Segurança e não só da Policia Civil. A PM vai adquirir 800 pistolas para suas unidades especializadas”, disse.

Mais de 700 pistolas, 12 espingardas calibre 12 e 12 metralhadoras foram adquiridas. “É um incentivo a mais para nós policiais, que estamos recebendo esse armamento. Vamos utilizar ele no combate ao crime e dá mais segurança à sociedade piauiense. Essa nova tecnologia de armamento vem para incrementar o reforço já implantado na cidade de Teresina e no estado do Piauí”, relatou o capitão Audivan, comandante da Força Tarefa.

O delegado Geral da Polícia Civil afirmou que “esse investimento é de suma importância ao policial civil, pois além dele investigar, faz várias prisões de organizações criminosas, de casas de tráfico de drogas, de homicídios, e do dia a dia de roubo e furto nas unidades policiais da capital, além do interior do Estado.  Além das armas de fogos, estamos recebendo dois veículos novos para o departamento Polícia Técnico Científica, que com certeza trará maior agilidade à presença em local de crime. Esses veículos são novos, são bem modernos e velozes. Nós temos projetos em andamentos no sentido de aquisição de coletes, de munições e também na questão da infraestrutura das unidades policiais”, informou. 

A solenidade contou com a presença do secretário de segurança, Fábio Abreu, comandante geral da Polícia Militar, coronel Carlos Augusto, delegado geral, Riedel Batista, comandante da Força Tarefa, capitão Audivan Nunes, policiais do Rondas Ostensivas de Naturezas Especiais (RONE), policiais da Força Tarefa da Secretaria de Segurança e policiais civis.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.