GP1

São Félix do Piauí - Piauí

Servidores municipais em greve protestam na Prefeitura de Picos

Realizada na manhã desta sexta-feira, 12, manifestação de protesto reuniu servidores lotados nas secretarias de Saúde e Educação.

GP1 1 / 12 Servidores permaneceram acampado em frente a Prefeitura por mais de duas horas Servidores permaneceram acampado em frente a Prefeitura por mais de duas horas
GP1 2 / 12 Servidores lotam pátio da Prefeitura de Picos Servidores lotam pátio da Prefeitura de Picos
GP1 3 / 12 Servidores decidem manter a paralisação Servidores decidem manter a paralisação
GP1 4 / 12 Servidores da Educação decidem não reiniciar ano letivo se salário estiver atrasado Servidores da Educação decidem não reiniciar ano letivo se salário estiver atrasado
GP1 5 / 12 Servidores cobram pagamento dos salários Servidores cobram pagamento dos salários
GP1 6 / 12 Servidora denuncia caos na Saúde Servidora denuncia caos na Saúde
GP1 7 / 12 Protesto reuniu servidores da Saúde e Educação Protesto reuniu servidores da Saúde e Educação
GP1 8 / 12 Pronto Atendimento Infantil Municipal ficou fechado Pronto Atendimento Infantil Municipal ficou fechado
GP1 9 / 12 Presidente do Sindserm Edna Moura Presidente do Sindserm Edna Moura
GP1 10 / 12 Manutenção da greve foi decidida durante a manifestação Manutenção da greve foi decidida durante a manifestação
GP1 11 / 12 Manifestação reuniu dezenas de servidores Manifestação reuniu dezenas de servidores
GP1 12 / 12 Manifestação demorou mais de duas horas Manifestação demorou mais de duas horas

Em greve por conta do atraso nos salários, servidores públicos de Picos lotados na Secretaria Municipal de Saúde realizaram na manhã desta sexta-feira, 12, uma manifestação de protesto em frente ao Palácio Coelho Rodrigues. O ato contou também com a participação de trabalhadores da educação, cuja maioria ainda não recebeu o pagamento referente ao mês de dezembro.

A manifestação começou por volta das 8 horas da manhã e só terminou depois das dez. Na oportunidade, os servidores da Saúde reafirmaram a paralisação por tempo indeterminado e marcaram um protesto em frente à sede da Secretaria na manhã da próxima terça-feira, 15 de janeiro.

Já os servidores lotados na Secretaria da Educação decidiram que não iniciarão o ano letivo caso o prefeito, Padre José Walmir de Lima (PT), não efetue o pagamento referente ao mês de janeiro até o quinto dia útil de fevereiro. As aulas da rede municipal de ensino estão previstas para começar dia 19 de fevereiro.

Até a manhã desta sexta-feira, 12, a maioria dos servidores lotados na Secretaria de Educação ainda não tinha recebido o salário referente a dezembro de 2017. Daí a insatisfação da categoria, haja vista que o compromisso é que o pagamento deve sair no máximo até o quinto dia útil do mês subsequente.

Avaliação

A presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Picos (Sindserm), Edna Moura, avaliou como positiva a manifestação realizada na manhã de hoje. Segundo ela, o ato contou com a presença de expressivo número de trabalhadores, que não aceitam mais ficar calados diante do descaso da administração municipal, principalmente em relação ao pagamento dos salários.

A sindicalista elogiou a postura dos servidores da Saúde, que mantiveram a paralisação por tempo indeterminado decidida em assembleia na última sexta-feira, 8, mesmo diante do pagamento do mês de novembro, efetuado pela administração no dia 10 de janeiro.

A manobra da administração surtiu efeito pelo menos junto a uma categoria. Os agentes comunitários de saúde suspenderam a paralisação de doze horas prevista para esta sexta-feira, 12, logo após tomarem conhecimento de que o pagamento referente ao mês de novembro havia sido efetuado.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.