Fechar
GP1

Teresina - Piauí

Themístocles Filho discorda de prazo para definir destino do MDB

“Isso não é algo inteligente [impor prazos]. Ninguém pode fazer isso e nem um partido vai tomar uma decisão dessa”, disse ele.

O presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, deputado Themístocles Sampaio Filho disse, ao GP1, que não é inteligente estipular prazos quando se trata de definições políticas, sobretudo, em um período eleitoral. Ele se referia a ideia de colocar uma data para que o governador Wellington Dias (PT) defina se o MDB terá ou não espaço na chapa majoritária.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1 Deputado Themistocles Filho Deputado Themistocles Filho

A estratégia da bancada emedebista é emplacar o nome do comandante do parlamento piauiense no cargo de vice do chefe do Executivo Estadual. “Isso não é algo inteligente [impor prazos]. Ninguém pode fazer isso e nem um partido vai tomar uma decisão dessa”, disse ele.

A intenção da legenda, tem esbarrado na objeção dos progressistas, comandado nacionalmente pelo senador piauiense Ciro Nogueira, que deixou claro que vai continuar reivindicando que sua correligionária, Margarete Coelho, continue como vice-governadora e vá para a reeleição.

Além das questões externas, o MDB ainda vive uma divisão interna com a tese de candidatura própria defendida pelo vice-presidente da legenda no Estado, o ex-ministro João Henrique Sousa. Ele, que se coloca como alternativa ao Palácio de Karnak, tem percorrido todo o interior piauiense para dialogar com os delegados do partido e conquistar os apoios necessários para vencer a convenção de julho, que definirá os rumos da legenda.


Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.