GP1

Teresina - Piauí

Quadrilha utilizava sítio no Piauí para guardar fuzis, diz Tales Gomes

Segundo o delegado Tales Gomes, as armas seriam utilizadas para roubos a bancos e carros fortes no Piauí e no Maranhão.

Liane Cardoso/GP1 1 / 10 Material Apreendido Material Apreendido
Liane Cardoso/GP1 2 / 10 Delegado Tales Gomes Delegado Tales Gomes
Divulgação/SSP-PI 3 / 10 Secretário de segurança, Fábio Abreu, desembarcando no local onde ocorreram as apreensões Secretário de segurança, Fábio Abreu, desembarcando no local onde ocorreram as apreensões
Divulgação/SSP-PI 4 / 10 Um dos sítios onde encontraram fuzis e outros armamentos Um dos sítios onde encontraram fuzis e outros armamentos
Divulgação/SSP-PI 5 / 10 Agentes policias realizando buscas nas proximidades da casa Agentes policias realizando buscas nas proximidades da casa
Divulgação/SSP-PI 6 / 10 Helicóptero do Centro Tático Aéreo pousando em um dos sítios Helicóptero do Centro Tático Aéreo pousando em um dos sítios
Divulgação/SSP-PI 7 / 10 Material encontrado em uma das propriedades rurais Material encontrado em uma das propriedades rurais
Divulgação/SSP-PI 8 / 10 Um dos sítios onde aconteceram as buscas Um dos sítios onde aconteceram as buscas
Divulgação/SSP-PI 9 / 10 Máquina utilizada para auxiliar na operação Máquina utilizada para auxiliar na operação
Divulgação/SSP-PI 10 / 10 Agentes realizando procedimentos de busca em um dos sítios Agentes realizando procedimentos de busca em um dos sítios

A Polícia Civil do Estado do Piauí (PC-PI), por meio do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO), em parceria com a Polícia Civil do Maranhão e do Rio Grande do Norte, apreendeu neste domingo (24), vários fuzis durante uma operação realizada nos municípios de Monsenhor Gil e Valença do Piauí.

Em entrevista ao GP1, o delegado Tales Gomes explicou de forma mais detalhada a operação. Segundo ele, o material foi encontrado em sítios localizados na zona rural de cada município. Foram descobertos quatro fuzis, uma submetralhadora, uma arma calibre 12, além de objetos para violar caixas eletrônicos e materiais usados para comunicação entre os integrantes da ação criminal.

“As apreensões ocorreram na última semana em sítios localizados nas cidades de Monsenhor Gil e na região de Valença, onde nós identificamos que esses locais estavam servindo de apoio logístico para uma quadrilha interestadual”, explicou o delegado.

Ele ainda afirma que o pesado armamento pertence a uma quadrilha interestadual e que tinha como objetivo utilizar em ataques contra bancos e carros fortes do estado maranhense e piauiense. “Eles estavam com essas bases aqui no Piauí, afim de praticar crimes no Maranhão e no estado, principalmente a carros fortes e instituições bancárias. E foi deliberado que nós deveríamos agir de maneira preventiva, uma vez que já tinha localizado esses dois pontos de apoio”, disse Tales Gomes.

Um caseiro de uma das propriedades rurais foi detido, ouvido e liberado. A polícia segue realizando as diligências cabíveis no intuito de identificar, localizar e capturar os acusados. Até o momento ninguém foi preso.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.